Postado em sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014 às 11:19

Alago se une a associação de bares e restaurantes para o 1˚ Circuito da Tilápia

Uma série de ações serão desenvolvidas nas cidades participantes, de 7 a 25 de abril.


 Alessandro Emergente

O 1˚ Circuito da Tilápia do Lago de Furnas, que será realizado em abril, buscará fortalecer e ampliar a cadeia produtiva da espécie na região. Uma série de ações, como palestras, orientações e demonstrações sobre as novas possibilidades de aproveitamento do peixe, serão desenvolvidas nas cidades participantes, de 7 a 25 de abril.

Para a realização do Circuito, a Alago (Associação dos Municípios do Lago de Furnas) se uniu a Abrasel (Associação Brasileira de Bares e Restaurantes) aproveitando uma experiência na Bahia, que está em sua quarta edição. A produção e organização da edição sul mineira está por conta da Cultive Consultoria e Projetos, especializada em projetos na área de sustentabilidade.

As prefeituras e restaurantes têm até 10 de março para aderirem ao evento. Até o momento, 40 restaurantes estão confirmados, sendo cerca de oito de Alfenas. Entre as cidades já confirmadas estão Alfenas, Alpinópolis, Aguanil, Boa Esperança, Carmo do Rio Claro, Capitólio, Coqueiral, Elói Mendes, Fama, Nepomuceno, Perdões e Pimenta.

Possibilidades da tilápia

De acordo com Jussara Lima, organizadora do Circuito, o evento vai mostrar aos piscicultores outras possibilidades de aproveitamento da tilápia como a utilização do couro para fabricação de bolsas, por exemplo, de partes do peixe para preparação de almôndegas e linguiças, além do osso para o preparo da ração. 

Jussara Lima está à frente da organização do Circuito da Tilápia (Foto: Alessandro Emergente)

Na região do Lago de Furnas, atualmente apenas o filé é aproveitado pelos piscicultores. Segundo Jussara, com a despolpadora é possível aproveitar até 70% do peixe para fabricação de produtos como linguiças e almôndegas e implantá-las na merenda escolar, outra frente de trabalho do projeto. Apenas Capitólio vem executando a ideia de inserir o peixe no cardápio da merenda.

“O que queremos é transformar a tilápia no carro chefe da Semana Santa”, diz Jussara ao explicar que um dos objetivos é a substituição do bacalhau pela tilápia na região, o que incrementaria a economia local.

O couro

Mas uma das grandes potencialidades é o aproveitamento do couro da tilápia, que hoje acaba retornando para o Lago causando um impacto ambiental. Jussara calcula que cerca de 130 toneladas de couro retorna todo o mês para o reservatório de Furnas.

 

Acima, bolsas fabricadas com o couro da tilápia (Imagens: Reprodução)

 

Apesar do potencial do couro como uma das fontes de receita para o setor, Jussara diz que desconhece curtumes na região e que a demonstração dessa possibilidade será trabalhada durante o Circuito deste ano. Na próxima edição a pretensão é inserir o tema como assunto principal.

“Caminhão show”

A edição deste ano levará a toda cadeia produtiva, além das potencialidades de exploração econômica da tilápia, informações sobre gastronomia. Durante o Circuito, um “Caminhão Show” estará percorrendo as cidades participantes com palestras e degustações oferecidas pelos restaurantes parceiros. Em cada município serão selecionadas 200 crianças da rede pública para participar do evento.

A abertura do Circuito de Tilápias está prevista para o dia 7 de abril na Pousada do Porto a partir das 14h. Haverá conferência com empresários de gastronomia e palestras sobre cooperativismo e melhoria na condição genética da espécie. 

Na região são mais de 2,5 mil gaiolas com tilápias (Foto: Arquivo)

Jussara explica que o Circuito ajudará no levantamento de informações sobre a piscicultura na região, unificando os dados para um planejamento estratégico. Dados da Emater-MG (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais) apontam uma produção anual de 3,2 milhões de toneladas do pescado.


Na região são 173 piscicultores, 55 deles em Alfenas, com 3,1 milhões de tilápias em 2.574 gaiolas. Os números são referentes as seguintes cidades: Alfenas, Alterosa, Areado, Boa Esperança, Campos Gerais, Campo do Meio, Cristais, Elói Mendes, Fama, Paraguaçu e Três Pontas.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.