Postado em segunda-feira, 9 de setembro de 2013 às 12:14

Câmara convidará pesquisadora para comentar poluição

A Câmara enviará um convite a uma pesquisadora da Epamig para que faça uma exposição sobre uma pesquisa que coloca a área de Alfenas como a mais poluída do Lago de Furnas.


Alessandro Emergente

A Câmara Municipal enviará um convite a uma pesquisadora da Epamig (Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais) para que faça uma exposição e esclareça dúvidas sobre uma pesquisa que coloca a área de Alfenas como a mais poluída do Lago de Furnas.

O convite será endereçado à pesquisadora Elizabeth Lomelino Cardoso, que no mês passado divulgou o levantamento. O esgoto in natura (sem tratamento) seria o maior causador da poluição.

A proposta foi feita pelo vereador Elder Martins (PMDB) há duas semanas. O assunto foi levantado pelos vereadores durante uma sessão legislativa devido a Copasa (Companhia de Abastecimento de Minas Gerais) argumentar que já trata o esgoto em 96% da cidade e já cobra a taxa máxima (90% sobre o valor do consumo de água) da maior parte dos consumidores.

Em tempo

O pedido do peemedebista foi aprovado em plenário e caberá a presidência da Câmara Municipal despachar o ofício com o convite à pesquisadora da Epamig. De acordo com a assessoria da Câmara, já foi feito um contato com a pesquisadora que alegou, inicialmente, dificuldade na agenda, mas não descartou su vinda a Alfenas.

Um ofício será encaminhado a direção da Epamig para que disponibilize um técnico ou a própria pesquisadora, além de outro convite para a direção de Furnas Centrais Elétricas para que também participe do debate sobre o assunto. 

O levantamento foi entre os meses de maio e novembro do ano passado e considerou 120 pontos do Lago, de onde foram feitas as coletas. A escassez no número de peritos no Ministério Público (MP) provoca a lentidão de inquéritos na área ambiental, sustenta o ambientalista Itamar Silva.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.