Postado em sexta-feira, 25 de setembro de 2020 às 06:22

Finanças para autônomos e freelancers: saiba o que considerar

Se você trabalha por conta é fundamental dar atenção especial às contas.


 Dentre as dicas de finanças para autônomos está fazer uma reserva de emergência, guardar sempre, tomar cuidado com parcelamentos e avaliar alguns seguros.

Se você trabalha por conta própria precisa prestar ainda mais atenção às contas, já que as finanças para autônomos costumam ter algumas particularidades. Para começar, especialmente se você é freelancer, é natural que os rendimentos variem muito. E organizar o orçamento é fundamental para começar.

Primeiramente, tenha uma planilha de despesas e receitas. Coloque nela todos os gastos e ganhos fixos e anote também os variáveis mês a mês. A partir daí, você pode substituir ou cortar as despesas que não forem necessárias.

Separar as contas pessoas e as contas da empresa ou do trabalho é outro ponto importante. O ideal, inclusive, é ter uma conta para pessoa física e outra conta para pessoa jurídica. Algumas empresas, inclusive, exigem essa conta empresarial para fazer pagamentos.



Cuidado com gastos bancários



Neste cenário, avalie os serviços e produtos oferecidos pelas fintechs. Atualmente é possível ter conta PJ e cartão de crédito sem gastar nada. Quando se trata de organizar as finanças para autônomos, não gastar à toa é fundamental.

Da mesma forma, não se esqueça de olhar frequentemente as tarifas cobradas. Muitas pessoas se esquecem de fazer isso e acabam pagando coisas sem saber. Por exemplo, um seguro que você nem pediu.



Considere seguros em suas finanças para autônomos


Mas falando em seguros, é muito importante para autônomos e freelancers avaliar se valeria a pena contar com eles, afinal, imprevistos acontecem e se não houver orçamento para cobrir fica mais difícil.

Há, por exemplo, seguros de vida que podem ser vitalícios, temporários, resgatáveis ou por sobrevivência. Eles podem garantir meios financeiros para você e sua família em caso de imprevistos.

Segundo Bernardo Castello, diretor da Bradesco Vida e Previdência, o seguro de vida deve ser visto como um contrato que possibilita a aquisição de um patrimônio a ser convertido em proteção no futuro. “Embora não seja legalmente considerado herança, pode ser percebido dessa forma, na medida em que garante aos beneficiários o recebimento de uma quantia que pode fazer grande diferença em suas vidas”, explica.

Além disso, para quem é autônomo, é possível contratar uma cobertura de Diária por Incapacidade Temporária (DIT) caso ocorra, por exemplo, um acidente que o afaste de suas atividades.

Use cartões e parcele com atenção


Outra dica de finanças para autônomos é tomar muito cuidado com dívidas. Quando a receita não costuma ser fixa é preciso ainda mais atenção ao usar cartão de crédito ou fazer parcelamentos. Isso pode evitar muita dor de cabeça. Se possível, pague à vista ou controle bastante os gastos futuros.

Do mesmo modo, tenha uma reserva de emergência que garanta eventuais imprevistos. Dentre as dicas de finanças para autônomos e freelancers está guardar mais dinheiro quando entrar mais dinheiro. Não espere sobrar, simplesmente guarde um pouco assim que o valor entrar na conta.

De acordo com a equipe Meu Bolso em Dia, portal criado pela Febraban, a reserva de emergência deve ter de três a 12 vezes o dinheiro que você precisa para viver. Ou seja, se sua família gasta R$ 3.000 por mês, você deve se planejar para ter uma reserva de, no mínimo, R$ 9.000. Isso, é claro, pode ser feito aos poucos. Basta manter a frequência ao poupar dinheiro, mesmo que seja um pouco por vez.



Investir também é algo que deve fazer parte das finanças para autônomos


Finalmente, além da reserva de emergência, é importante pensar em investir. Quanto mais dinheiro guardado e aplicado, melhor para quem trabalha de forma autônoma. Segundo o portal Meu Bolso em Dia, da Febraban, para escolher uma aplicação adequada para imprevistos, considere aquelas com melhores retornos, mas principalmente que tenham liquidez, ou seja, que você possa resgatar o dinheiro a qualquer hora sem perdas financeiras.

 

 

 

 

 

Fonte: Jornal DCI



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

     
     
     
     

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Ok, eu aceito