Postado em sábado, 18 de abril de 2020 às 14:02

Novo ministro da Saúde participou de livro coordenado por médico de Alfenas

Nelson Teich escreveu um dos artigos do livro editado pelo atual diretor clínico da Santa Casa.


Alessandro Emergente

O novo ministro da Saúde, o oncologista Nelson Teich, é um dos autores do livro “Tratado de Dor Oncológica – Sobramid”, publicado no ano passado pela editora Atheneu. A obra foi coordenada pelo médico Carlos Marcelo Barros (especialista em Anestesiologia e Medicina da Dor), diretor clínico do Hospital Santa Casa (HSC).

Teich foi anunciado na última quinta-feira, dia 16, pelo presidente da República Jair Bolsonaro (atualmente sem partido) para substituir o então ministro Luiz Henrique Mandetta.

O novo ministro é do Rio de Janeiro e atuou como consultor para a área da saúde na campanha de Bolsonaro em 2018, quando chegou a ser cotado para assumir o Ministério da Saúde pela 1ª vez, mas Mandetta, filiado ao DEM e indicado pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado, foi o escolhido.

O novo ministro foi nomeado na última quinta-feira, dia 16 (Foto: Reprodução/Youtube)


No livro, coordenado pelo diretor clínico do HSC, Teich escreveu um dos capítulos, onde publicou o artigo “Análises de custos com o tratamento e o subtratamento da dor no paciente com câncer”. Graduado em Medicina pela UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro), o novo ministro é mestre em economia da saúde pela Universidade de York, no Reino Unido.

O “Tratado de Dor Oncológica – Sobramid” foi lançado oficialmente, no ano passado, durante o 5° Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Médicos Intervencionistas em Dor (Sobramid). A obra contou com a contribuição de 100 médicos (20 deles estrangeiros) e foi editado por 10 especialistas, sendo Barros o editor-chefe.

Nas redes sociais, Barros elogiou a nomeação e apontou o perfil técnico do novo ministro. “Médico e empresário altamente qualificado e preparado para enfrentar o enorme desafio que terá pela frente. Esperamos todos que faça um trabalho brilhante assim como sua carreira. O Brasil só ganhará com isso”, postou.

O médico Carlos Marcelo Barros foi o editor-chefe do livro lançado em 2019 (Foto: Arquivo/Divulgação)


De acordo com o site Poder 360, especializado em notícias de política, Teich foi fundador do grupo COI (Clínicas Oncológicas Integradas) e também teve participação no MDI Instituto de Educação e Pesquisa, no qual era sócio de Denizar Vianna, secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos de Mandetta.

A empresa foi fechada em 28 de fevereiro do ano passado, mas a relação com Denizar não foi interrompida pelo encerramento da sociedade entre eles. O oncologista foi consultor do secretário de setembro do ano passado a janeiro deste ano, segundo o próprio oncologista.



NOTÍCIAS RELACIONADAS


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.