Postado em sexta-feira, 12 de julho de 2019 às 12:12

Médico de Alfenas coordena obra inédita sobre dores do câncer

O livro, com mais de 1 mil páginas, é o primeiro tratado em língua portuguesa a abordar o tema.


Alessandro Emergente

O “Tratado de Dor Oncológica – Sobramid”, publicado pela editora Atheneu, reúne mais de 100 autores que se dedicaram na publicação de um material até então inédito em língua portuguesa. A obra, com 1.159 páginas, foi lançada no início de julho sob a coordenação do médico Carlos Marcelo Barros (especialista em Anestesiologia e Medicina da Dor), que comanda a Clínica Plenus Medicina da Dor, no Centro Oncológico da Santa Casa de Alfenas, e é o diretor clínico do Hospital Santa Casa (HSC).

O tratado, lançado oficialmente durante o 5° Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Médicos Intervencionistas em Dor (Sobramid), realizado no último dia 4, foi elaborado com a contribuição de 100 médicos, sendo 20 deles estrangeiros. O material, até então inédito na literatura médica na língua portuguesa, foi editado por 10 especialistas e Barros foi o editor-chefe.

O diretor clínico da Santa Casa de Alfenas, médico Carlos Marcelo Barros, coordenou o trabalho inédito em língua portuguesa (Foto: Carlos Alves/Divulgação)


Barros explique que cerca de 70% dos pacientes com câncer precisam de um tratamento especial para enfrentar a dor. Desses, em torno de 15% apresentam dores muito intensas que a medicação não é mais suficiente para combater o problema. Nesses casos é necessário a adoção de métodos intervencionistas, que são procedimentos minimamente invasivos com tecnologia de ponta. São variados e podem incluir desde radiofrequência, bloqueios anestésicos ou neurolíticos químicos até bomba de infusão de morfina.

Preocupação

Apesar desses dados, o subtratamento da dor oncológica é um problema de saúde pública e tem preocupado especialistas. Além da dor física, a condição psicossocial dos pacientes é fortemente atingida. Um estudo feito em um centro de cuidados paliativos no Canadá constatou que a dor intensa aumenta em 37% a chance de o paciente ter vontade de morrer. Outro dado que chama a atenção foi verificado na Holanda, onde 78% das solicitações para eutanásia foram feitas por pessoas com câncer.

É diante desse cenário e com uma literatura nacional escassa sobre o problema que os autores do livro resolveram se empenharem, nos últimos dois anos, na produção do tratado. A obra já está disponível nas principais livrarias online e no site da Editor Atheneu. O preço varia de R$ 557,00 a R$ 611,10, de acordo com uma pesquisa realizada nesta sexta-feira.

O lançamento oficial foi durante o 5° Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Médicos Intervencionistas em Dor (Fotos: Carlos Alves/Divulgação)


O Centro Oncológico da Santa Casa de Alfenas, onde Barros atua, é um dos poucos espaços dedicados exclusivamente ao tratamento da dor pelo SUS (Sistema Único de Saúde). O médico explica que a Santa Casa de Alfenas tem recebido profissionais de todo o país como sendo uma das referências nesse tipo de abordagem ao paciente. Essa semana, por exemplo, Barros recebeu alunos do curso de pós-graduação do Albert Einstein – Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa.

A dor entre os pacientes com câncer é um tema pouco abordado na educação médica, segundo especialistas. Por isso, o tratado lançado esse mês deve preencher uma lacuna na literatura médica nacional. “A dor é pouco abordada na graduação e nos programas de residência. Isso resulta no encaminhamento tardio e na prescrição inadequada de medicamentos”, afirma Charles de Oliveira, médico intervencionista em dor e um dos autores.

Serviço:
Obras: Tratado de Dor Oncológica – Sobramid
Editora: Atheneu
Lançamento: 2019
Número de páginas: 1. 159
Autores: Carlos Marcelo Barros (Editor-chefe), Paulo Renato Barreiros da Fonseca (editor institucional), Fabrício Dias Assis, Leandro Mamede Braun, José Luciano Braun Filho, Ana Carolina Braz Lima, André Marques Mansano, Charles Amaral De Oliveira, Lúcio César Hott Silva e Karina Rodrigues Romanini Subi.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.