Postado em terça-feira, 7 de maio de 2019 às 22:10
Atualizada em quarta-feira, 8 de maio de 2019 às 16:06

Polícia Civil investiga execução com requintes de crueldade

Um vídeo que mostra a vítima sendo torturada e executada foi compartilhadas em grupos de whatsapp.


Da Redação

A Polícia Civil investiga a execução de um homem de 29 anos, que teve o seu corpo encontrado na tarde de terça-feira. Nesta quarta-feira, a identidade da vítima foi revelada. É Ueslei Vítor Portugal, que teria sido submetido ao “tribunal do crime”, julgamento realizado por membros de facção criminosa.

A execução da vítima foi filmada e compartilhada em grupos de whatsapp. As cenas mostram requintes de crueldade. O motivo apontado para a tortura seguida de execução é que o homem teria abusado sexualmente de uma criança de 3 anos.

A Polícia Civil segue apurando o caso e informou que possui uma linha de investigação. Os homens que participam da execução e que aparecem no vídeo são apontados como membros de uma facção. “Já temos pista dos autores. Questão de tempo até identificar eles e pedir a prisão”, disse o delegado Márcio Bijalon em entrevista à EPTV.

O corpo foi encontrado em um matagal próximo ao conjunto habitacional do Jardim São Carlos, conhecido como “predinhos”, após as investigações. Foi preciso colher materiais genéticos para identificação, uma vez que o reconhecimento visual ficou prejudicado devido a situação da vítima.

No vídeo, a vítima tem a orelha cortada, além de ser espancada a pauladas e esfaqueada. O crime teria ocorrido no último domingo.

A vítima foi morta com crueldade e a ação foi filmada (Foto: Reprodução/EPTV e Minas Acontece) Abaixo, imagens publicadas pelo Diário Independente.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.