Postado em 19 de janeiro de 2021

A real amizade

Autor(a): Diva Paiva

Sei que todos vocês têm grande apreço pelos amigos. Mas se esquecem que os amigos são como canteiros de flores. Belos e frágeis.

Pois a amizade não resiste às ofensas, à falência, à mentira, às vezes nem ao enriquecimento. Caso dure, será por apego, medo, saudosismo etc.

Entregue-se à arte de meditar até que muito amor comece a fluir de você, com espontaneidade. Você vai ver que ao invés de ter amigos, você será amigo.



Quando o amor se manifestar em seu coração, aí sim você viverá a real amizade, a real afinidade. Nesse momento uma estrela brilhará mais forte no céu.

Mas as estrelas, assim como as flores, são perenes.

Sabemos todos que a amizade não tem que durar. Ela é infinita enquanto dura, como disse certa vez o poeta. Enquanto houver afinidade, enquanto as coisas andarem bem, ali ela estará. Por isso, é dispensável forçar amizades, adular, cultivar sem perspectivas de fruto.

Se é chegada a hora da separação, despeça-se. Sem nunca deixar de agradecer pelo que a outra pessoa foi para você, por todas as alegrias, prazeres e bons momentos que passaram juntos. Estes são eternos. Mas a amizade chegou ao fim.

Triste? Talvez, mas natural. Mas sempre bom saber que outras amizades ficam, eternas e verdadeiras até quando forem.



** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Alfenas Hoje

Diva Paiva
Professora de Yoga


-

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao utilizar nossos serviços, você concorda com tal monitoramento. Informamos ainda que atualizamos nossa

Estou de acordo