Postado em 13 de janeiro de 2020

Abdominoplastia, somente em último caso

Autor: Diva Paiva

Quero convence-los a não fazerem abdominoplastia. Mas, se você não quiser conselho, confesso que lavo minhas mãos. Vá em frente.
O corpo humano não é um vestido, que mandamos para reformar,
de modo banal, em uma costureira, só por estarmos insatisfeitos.
Nosso corpo é um sistema perfeito, não se pode cortar um pedaço impunimente. Há consequências. Toda cirurgia violenta. Restringe.
Devemos evitar as operações desnecessárias. Mas se uns fazem, todos se acham no direito. Riscos existem, claro, ignoram. Só importa: a vaidade.
Quem tem saúde, tem tudo, não se esqueça, uma vez perdida, a vida perde o sentido e os olhos o brilho.
Seu corpo conta uma história de vida que é sua lição e prêmio juntos.
Você pode se reformar no bisturi, mas não pode esculpir a saúde.
O corpo é único, não há como fraudar a existência dele.
Queria poder dizer: remodele seu corpo e seja feliz. Seja inconsequente e tudo bem.
Mas, a conta, cedo chega. E é preciso pagar: são as doenças auto-imunes.
Pensem bem.

Diva Paiva
Professora de Yoga


-