Postado em sexta-feira, 18 de julho de 2014 às 09:53

Depois da ALMG, Câmara dos Deputados presta homenagens à Unifal pelo centenário

O Centenário da Unifal ainda vem rendendo homenagens e reconhecimento.


 Da Redação

O Centenário da Unifal (Universidade Federal de Alfenas) ainda vem rendendo homenagens e reconhecimento. Esta semana foi a Câmara dos Deputados a realizar uma sessão solene comemorando os 100 anos da Universidade.

A Universidade já havia sido homenageada em sessão solene, em Belo Horizonte, na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) após uma iniciativa do deputado estadual Pompilio Canavez (PT), que apresentou requerimento solicitando a homenagem.  

Em Brasília, a homenagem da Câmara dos Deputados foi solicitada pelo deputado federal Geraldo Thadeu (PSDD), no plenário Ulysses Guimarães. Vários parlamentares discursaram, destacando a importância da Unifal no cenário educacional brasileiro.

O reitor Paulo Marcio de Faria e Silva destacou a presença do secretário executivo da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Gustavo Balduino. 

O reitor Paulo Márcio durante a homenagem no plenário (Foto: Reprodução/Ascom Câmara dos Deputados)

“A Andifes é um interlocutor privilegiado das universidades, principalmente nesta casa legislativa, quando, com muita qualidade, procura interferir ou discutir os projetos mais importantes relacionados à educação superior brasileira. A Andifes é a associação que luta arduamente para conquistas importantes para as universidades federais", destacou.

O reitor enfatizou a frase de Rui Barbosa, que consta na ata de criação da então Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas (Efoa), registrada em 1914. “A suprema santificação da linguagem humana, abaixo da prece, está no ensino da mocidade. O lavrador deste chão devia amanhá-lo de joelhos, devia cuidar desse chão, de joelhos", lembrou.

Para o reitor, entre as missões das universidades está a de cuidar da educação e da formação dos jovens do País. "Sem dúvida, acredito que é isso que a Unifal, assim como as demais universidades federais, particularmente as universidades federais mineiras têm feito todos esses anos, que é cuidar bem, procurar cuidar bem da educação superior no estado de Minas Gerais e no Brasil", disse.

Paulo Márcio aproveitou para fazer a entrega do livro do Centenário, intitulado “De Efoa a Unifal-MG, – Memórias de 100 anos de história”, que resgata a trajetória da Escola de Farmácia e Odontologia de Alfenas até a transformação em Universidade. 



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.