Postado em segunda-feira, 4 de janeiro de 2021 às 22:10

Mais três secretários municipais são confirmados

O presidente da Acia assumiu a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e outros dependem da reforma administrativa.


Alessandro Emergente

Mais três nomes foram confirmados para integrarem a equipe de secretários municipais na Prefeitura de Alfenas. Um deles já assumiu o cargo. É o presidente da Acia (Associação Comercial e Industrial de Alfenas), Conrado Gomes de Souza, que foi nomeado como secretário de Desenvolvimento Econômico, Indústria, Comércio e Ação Regional.

Outros dois nomes foram confirmados pelo prefeito Luiz Antônio da Silva (Luizinho/PT) à reportagem do Alfenas Hoje. São eles José Ronaldo Saboia, que assumirá a Secretaria de Cultura, e Fabrício Casarejos Lopes Luiz, que comandará a Secretaria de Meio Ambiente a partir de agosto.

As secretarias de Cultura e de Meio Ambiente ainda terão que ser criadas. O governo já tem pronta uma reforma administrativa, que modifica a estrutura de governo, que precisa ser aprovada pela Câmara Municipal. A primeira sessão legislativa será no próximo dia 18.

Ronaldo Saboia, Fabrício Casarejos e Conrado Gomes foram confirmados para equipe de secretários do governo (Fotos: Reprodução/Facebook e Arquivo/Alfenas Hoje)


As pastas de Cultura e de Meio Ambiente serão desmembradas de outras secretarias. Hoje a área de cultura integra a Secretaria de Educação e Cultura, enquanto o setor de meio ambiente compõe a Secretaria de Limpeza Pública e Meio Ambiente.

Outra secretaria que depende do aval da Câmara Municipal para ser criada é a Secretaria do Servidor Público, que terá Flávio Campos no comando. A criação das três novas secretarias foi anunciada pelo prefeito logo após o Natal

Desenvolvimento Econômico

Por telefone, a reportagem do Alfenas Hoje falou com os três secretários confirmados nesta segunda-feira pelo prefeito. Conrado Gomes foi anunciado pelo prefeito no final da manhã nas redes sociais e já foi nomeado. Foi um dos primeiros atos do prefeito no início de seu novo mandato.

Conrado está em seu segundo mandato como presidente da Acia e, segundo o secretário, não será necessário deixar o comando da Associação. A função à frente da Acia não é remunerada e, por isso, ele afirmou que poderá se manter no comando da entidade até o final de 2021, quando encerra o seu mandato.

O novo secretário de Desenvolvimento Econômico disse que entre as ações prioritárias está o programa Juro Zero pelo qual o Município deve subsidiar investimentos em projetos de pequenos e microempreendedores.

Os projetos serão submetidos a uma junta técnica que avaliará a viabilidade do negócio. Os contemplados terão que custear o financiamento, realizado por meio de uma instituição bancária a ser definida, em 30 parcelas sem juros. O projeto será encaminhado à Câmara Municipal ainda esse mês.

Conrado também aponta que já iniciou contato com empresários para levantamento de demandas do setor em relação a necessidade para capacitação de funcionários. A partir dessa demanda, a ideia é oferecer cursos de qualificação profissional, capacitando a mão de obra local.

Meio Ambiente e sustentabilidade


Fabrício Casarejos assumirá a Secretaria de Meio Ambiente somente em agosto, quando termina o seu contrato como professor e pesquisador visitante no programa de pós-graduação em gestão pública e sociedade na Unifal (Universidade Federal de Alfenas). O vínculo com a Universidade é de exclusividade. 


Doutor em Física pela PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), Casarejos desenvolve pesquisas sobre o tema sustentabilidade. O futuro secretário diz que o objetivo é promover uma integração entre natureza e o espaço urbano, defendendo um novo plano urbanístico.

Casarejos explicou que a missão da futura secretaria será atuar no desenvolvimento estratégico, articulando ações com as demais pastas. Deverá desenvolver ações estratégicas para a sustentabilidade, articulando em diversas frentes.

Cultura

Ronaldo Saboia assumirá a Secretaria de Cultura assim que ela for criada, o que depende do aval da Câmara Municipal que analisará, em breve, a reforma administrativa do governo. Hoje ele é coordenador municipal de Cultura, vinculado à Secretaria de Educação e Cultura.

Segundo Saboia, a criação de uma pasta exclusiva dedicada a área cultural é uma demanda do setor e foi um dos compromissos assumidos durante a campanha eleitoral.

O futuro secretário aponta para a necessidade de incentivos ao setor cultural, com apoio as demandas de diversos setores, como a cultura popular. Cita, por exemplo, a valorização das expressões culturais de matrizes africanas.

Enquanto coordenador de Cultura, Saboia enumerou uma série de ações realizadas mesmo com a pandemia. Entre as ações citou as lives dos artistas locais como forma de amenizar as dificuldades financeiras do setor. Saboia é compositor e, em breve, deve lançar o seu primeiro livro de ficção, “Tempestades em dezembro”.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

     
     
     
     

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Ok, eu aceito