Postado em quinta-feira, 10 de setembro de 2020 às 21:09
Atualizada em quarta-feira, 16 de setembro de 2020 às 18:28

Açougueiro que matou homem a facadas é absolvido

O Tribunal do Júri acatou a tese de legitima defesa, sustentada pela defesa do réu.


Da Redação

O Tribunal do Júri absolveu José Ferreira da Silva, 56 anos, conhecido como “Chuti”, ao acatarem a tese de legitima defesa. O açougueiro matou a facadas Fábio Fernandes Esteves, na época com 34 anos, no bairro Vila Betânia em março de 2018.

O crime chegou a ser gravado e as imagens circularam em grupos de whatsapp na época, causando grande repercussão. O assassinato foi durante o dia, na manhã de um sábado. Silva chegou a ser indiciado pela Polícia Civil por homicídio duplamente qualificado e estava preso no Presídio de Alfenas aguardando o julgamento.

Ao indiciar o açougueiro, a Polícia Civil considerou o uso de meio cruel e sem chance de defesa pela vítima. Após o crime, Silva chegou a fugir, mas se entregou dois dias depois. Desde então estava preso, aguardando o julgamento.

O júri, em audiência realizada na última quarta-feira, aceitou a tese da defesa do réu, a de que ele agiu em legitima defesa. Foi sustentado que Silva teria recebido ameaças em seu próprio ambiente de trabalho.

Na versão registrada no boletim de ocorrência, no dia do homicídio, a esposa do açougueiro havia apresentado a versão de que Esteves teria procurado Ferreira para cobrar uma dívida, de R$ 5 mil, pertencente a uma terceira pessoa. Na ocasião, ela também afirmou que a vítima teria dado um tapa no rosto de seu marido.

Em tempo

A defesa de Silva foi feita pelos advogados Túlio de Oliveira Lopes e Davi Pereira Borges, além da advogada Rafaella Araújo Junqueira Bueno. O Ministério Público (MP) não manifestou sobre um provável recurso. O promotor responsável pelo caso é Alessandro Ramos Machado, da 4ª Promotoria de Justiça da Comarca de Alfenas.

Acima, José Ferreira da Silva na foto em detalhe e, abaixo, Fábio Esteves (Fotos: Arquivo/Corpo de Bombeiros/O Pharol e Reprodução/Facebook)



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.