Postado em domingo, 29 de setembro de 2019 às 11:11

Rede Casas Bahia confirma inauguração de unidade em Alfenas para novembro

Via Varejo, responsável pela Casas Bahia, confirmou oficialmente a unidade, que será a 13ª no Sul de Minas.


Alessandro Emergente

Uma das principais redes de lojas de departamento do País, a Via Varejo confirmou a inauguração de uma unidade das Casas Bahia em Alfenas, o que está previsto para primeira quinzena de novembro. Será a décima cidade do Sul de Minas a ter uma unidade da rede, que hoje tem 13 lojas na região.

A loja chegará em um novo formato, conhecido como Smart. Trata-se de um novo modelo com maior integração dos ambientes online e físico.

De acordo com a assessoria de comunicação das Casas Bahia, os clientes poderão utilizar, por exemplo, totens touchscreen para acessar o catálogo de outros produtos que não estão em exposição, bem como informações adicionais do item pretendido pelo consumidor. “O novo formato integrado também permite aos assessores de vendas consultarem o histórico dos produtos pesquisados pelo cliente nos sites ou em outras lojas da rede, realizando um atendimento mais exclusivo”, informou a empresa em informações encaminhadas ao Alfenas Hoje.

Nova unidade será inaugurada em novembro (Foto: Facebook/Reprodução)


A Via Varejo (responsável por redes varejistas como Casas Bahia e Ponto Frio) coloca em prática um projeto para aumentar a capilaridade da rede em Minas Gerais. Questionada sobre o plano de expansão, a Via Varejo disse preferir não comentar sobre seus planos de negócios por motivos estratégicos.

De acordo com informações divulgadas pelo jornal Diário de Pernambuco a Casas Bahia, assim como o Magazine Luiza, que já tem unidade em Alfenas, estão colocando em prática um projeto de expansão. No Nordeste, por exemplo, serão 18 novas lojas que devem estar funcionando até janeiro do ano que vem. A estratégia, segundo o jornal, faz parte do plano de expansão que a Via Varejo vem anunciando desde que a nova diretoria executiva assumiu a empresa em meados de julho.

Segundo a empresa, Alfenas foi escolhida por ser uma cidade com demanda por uma loja da marca e um potencial de consumo que justifica, na avaliação da rede, o empreendimento.

A empresa já em processo de seleção para a contratação de 20 funcionários diretos, que atuarão na unidade de Alfenas. Os responsáveis pela seleção estão utilizando a estrutura do Sine (Sistema Nacional de Emprego), mantido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, para o processo de seleção.

Contatos

O secretário de Desenvolvimento Econômico informou que, no ano passado, chegou a estabelecer um contato com algumas redes, entre elas a Via Varejo, para indicar um ponto comercial vago no centro de Alfenas. Segundo ele, por ser um local estratégico para esse tipo de empreendimento passou a informar redes para avaliação de possíveis investimentos em Alfenas.

O secretário Carlos Miguel, ao lado da gerente regional, Camila Santos, ao divulgar nas redes sociais a nova unidade (Foto: Facebook/Reprodução)


Porém, somente em julho deste ano, é que a direção das Casas Bahia é que firmou uma parceria com o Município para colocar o projeto de investimento na cidade em andamento. No entanto, a área escolhida não é a mesma indicada pelo secretário. Está localizada na rua Cônego Jose Carlos, no centro de Alfenas, e não terá subsídio do Município para locação.

A estratégia do secretário de Desenvolvimento Econômico para busca de investimentos no setor varejista chegou a gerar polêmica recentemente ao tentar iniciar uma articulação junto a Rede Havan, em Santa Catarina. Na época, houve atritos internos na administração municipal e, na sequência, ele chegou a ser convocado pela Câmara Municipal.

No entanto, outros contatos, como com a direção do Supermercados Alvorada e com o Supermercado Unissul, ajudaram a viabilizar novas unidades. No caso do Unissul, o Município custeou parte dos valores do terreno adquirido para expansão da rede.

Em janeiro do ano passado, no entanto, o secretário chegou a anunciar como certa a vinda da Cata Tecidos e Embalagens Ltda, do Grupo Catra, que geraria 300 empregos. A unidade seria instalada na unidade da Tecelagem Saliba, no Jardim São Carlos, com aluguel custeado pelo Município. No entanto, as negociações não evoluíram e o grupo empresarial desistiu do investimento em Alfenas, o que gerou críticas na Câmara Municipal pela precipitação do anúncio.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.