Postado em segunda-feira, 24 de outubro de 2016 às 01:10

Estudantes promovem ocupação da Escola Estadual Dr. Napoleão Salles

A ocupação faz parte de um movimento nacional dos estudantes que lutam contra a PEC 241.


 Da Redação

A Escola Estadual Dr. Napoleão Salles foi ocupada pelos estudantes da instituição na manhã desta segunda-feira. Os alunos chegaram a bloquear a entrada de funcionários e professores, mas recuaram após intermediação de um advogado, que é conselheiro estadual da OAB/MG (Ordem dos Advogados do Brasil/Minas Gerais) e esteve no local a pedido dos alunos para orientações ao movimento.

A ocupação faz parte de um movimento nacional contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que estabelece um teto para os gastos públicos pelos próximos 20 anos. As despesas dos orçamentos só poderão subir de acordo com a inflação como forma de priorizar recursos do orçamento para abatimento da dívida pública.

Os alunos colocaram faixas na entrada da escola com mensagens, informando a ocupação e de críticas às medidas do governo federal. Alunos ouvidos pela reportagem disseram que a intenção é promover debates e discussões temáticas no período em que permanecerem na escola.

A entrada de professores e funcionários da escola chegou a ser bloqueada pelos alunos e só houve a liberação após a presença do advogado Daniel Murad, conselheiro seccional estadual da OAB/MG. Murad esteve no local para fazer orientações legais sobre a ocupação. Viaturas da Polícia Militar também estiveram no local pela manhã.

A Escola Estadual Dr. Napoleão Salles é a primeira escola de Alfenas a aderir ao movimento de ocupação. Esse número deve aumentar nos próximos dias, uma vez que estudantes da Escola Estadual Samuel Engel também planeja iniciar uma ocupação nos próximos dias.

No Sul de Minas, pelo menos nove escolas já aderiram ao movimento, segundo informações veiculadas pelo G1. A ocupação de instituições de ensino na região começou na terça-feira passada. A Escola Estadual David Campista, de Poços de Caldas, foi a primeira a ter estudantes acampados, mas uma assembleia, que teve início pela manhã desta segunda-feira e segue até a noite, vai definir se o movimento continuará nos próximos dias.

A PEC 241 já foi aprovada em primeiro turno pela Câmara dos Deputados e a previsão é que seja colocada em pauta, em segunda votação, nesta terça-feira.

A entrada da Escola chegou a ser bloqueada, mas - após orientação jurídica - os alunos decidiram permitir
a entrada de funcionários e professores e mantiveram a ocupação
 



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.