Postado em sexta-feira, 18 de março de 2016 às 13:53

Prefeitura deve realizar concurso para contratação de mais de 500 servidores

A previsão é que o Município abra o processo de seleção para mais de 500 vagas, número que pode ser alterado.


 Alessandro Emergente

A prefeitura de Alfenas deve publicar, em breve, um edital para realização de um concurso público. A previsão é que o Município abra o processo de seleção para mais de 500 vagas, de acordo com um documento encaminhado a um representante da Câmara Municipal.

No ano passado, a Câmara autorizou a atual gestão a iniciar o concurso público para preenchimento de vagas. A ação faz parte de um acordo com o Ministério Público que apontou a necessidade de preenchimento do quadro de servidores com profissionais efetivou – ou seja, aprovados em concurso. Algumas dessas funções vinham sendo preenchidas com processos seletivos para contratações temporárias.

A prefeitura contratou, por meio de processo licitatório, a Unilavras Concursos para realização do processo de seleção, que inclui a elaboração das provas. No total são 556 vagas previstas para concorrentes com ensino superior, fundamental e médio. Grande parte das vagas é para área de educação e saúde. Esses números podem ser alterados.

>>Confira as vagas previstas, mas que podem sofrer alterações

O número de vagas, prevista no cronograma, pode sofrer alterações. A expectativa do governo é publicar o edital ainda no primeiro semestre deste ano. Até o final desse mês, o edital deve ser elaborado e submetido para análise do governo. Só a partir daí é que será encaminhado para publicação. No site da Unilavras, a empresa já anuncia que em breve será anunciado o edital.

O contrato com a Unilavras foi encaminhado à Câmara Municipal após um requerimento do vereador Evanílson Pereira de Andrade (Ratinho/PHS), que solicitou informações sobre o processo. Ele lembra que não há impedimento para realização de concursos em ano eleitoral. As restrições são relacionadas a posse dos aprovados.

Sem resposta

A reportagem entrou em contato com o secretário municipal de Administração, Paulo Henrique Santos Pereira, para que comentasse sobre o assunto. Ele solicitou que os questionamentos fossem enviados por escrito, o que foi feito. Porém, até a publicação desta reportagem o secretário não havia se manifestado para esclarecer o assunto aos leitores.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.