Postado em segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015 às 12:10

Sistema é liberado após empresas voltarem a enfrentar problemas na emissão de notas

A informação foi dada pelo vereador Ratinho durante a sessão legislativa, na quinta-feira.


 Da Reportagem

O sistema online para liberação de notas fiscais eletrônicas (NFS-e) está liberado para todas as empresas, mesmo a não recadastradas. A informação foi dada pelo vereador Evanílson Pereira de Andrade (Ratinho/PHS) durante a sessão legislativa, realizada no último dia 19.

A liberação, segundo ele, foi feita após diversas empresas ficarem sem poder emitir NFS-e depois que o sistema Gisonline foi desativado. O antigo sistema vinha sendo mantido em operação por meio de liminar (decisão provisória da Justiça), mas no início de fevereiro saiu do ar em definitivo.  

Para emissão de NFS-e através do novo sistema, contratado pela prefeitura no final do ano passado, a prefeitura, antes de liberar, vinha fazendo o recadastramento individual de cada empresa. Somente depois dessa análise é que havia a liberação para emissão de NFS-e pelo sistema atual.

Novo sistema

Em dezembro, quando o novo sistema entrou em operação, o Alfenas Hoje mostrou que algumas empresas enfrentavam problemas com a não liberação automática no novo sistema. Com isso, essas empresas retornaram para o antigo sistema, enquanto aguardavam o recadastramento individual e a migração para o novo programa.  

Como o sistema Gisonline saiu do ar, as empresas que estavam na fila do recadastramento ficaram sem poder emitir NFS-e. Segundo Ratinho, na última quinta-feira um grande número de empresas procurou a Secretaria Municipal de Fazenda devido ao problema.

Diante da situação, Ratinho disse ter solicitado a administração municipal que liberasse, no sistema atual de emissão de NFS-e, as empresas ainda não recadastradas. Enquanto isso, o recadastramento passa a ser feito separadamente. O parlamentar informou que a sugestão foi aceita pelo governo e essas empresas foram liberadas, no Fly e-Nota, desde sexta-feira.

Além de vereador, Ratinho é servidor público municipal que atua na Secretaria de Fazenda. Colega de plenário, o vereador Antônio Carlos da Silva (Dr. Batata/PSB) disse que apresentará um projeto de lei, concedendo título de honra ao mérito a Ratinho que atua como servidor público há 25 anos.

A informação sobre a liberação do sistema Fly-Notas foi dada na sessão legislativa
de quinta-feira pelo vereador Evanílson Pereira de Andrade (Ratinho/PHS)



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.