Postado em terça-feira, 26 de novembro de 2019 às 09:59

Os japoneses cristãos que foram obrigados a pisotear a imagem de Jesus

O papa Francisco visitará Nagasaki para homenagear as vítimas da bomba atômica lançada na cidade durante a Segunda Guerra Mundial. Mas ele também fará um tributo a um grupo menos conhecido de moradores que, há centenas de anos, foram torturados.


Um homem aflito aguarda na fila para ser chamado. Quando ele escuta seu nome, começa a andar, observado por funcionários do governo enviados especialmente para a ocasião.

Na frente do homem há uma imagem de Jesus Cristo na cruz. Ele é orientado a pisoteá-la.

Se ele assim fizer, será uma declaração pública de que abriu mão de sua fé — e ele viverá. Caso contrário, ele pode ser executado, crucificado ou torturado, mergulhado em água fervente ou botado de ponta cabeça numa cova cheia de excrementos.

Qualquer sinal de hesitação pode lhe custar a vida.

A prática de andar sobre imagens cristãs — conhecida como fumie — era comum em Nagasaki no século 17.

[CLIQUE AQUI E LEIA A REPORTAGEM NO SITE DA BBC BRASIL]



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.