Postado em terça-feira, 6 de agosto de 2019 às 10:10

Região de Alfenas registra 172 casos de acidentes com escorpião

O número refere-se aos primeiros seis meses do ano; em todo Sul de Minas foram 829 casos.


Da Redação

A Superintendência Regional de Saúde (SRE), de Alfenas, registrou 172 casos de acidentes envolvendo escorpiões no período de janeiro a junho desse ano. Um levantamento, divulgado pelo portal G1, mostra que em todo o Sul de Minas foram 829 casos, o que representa um aumento de 15% em relação ao mesmo período do ano passado.

O aumento de casos está relacionado a facilidade do animal em se adaptar facilmente ao ambiente urbano graças ao saneamento básico precário e ao acúmulo de lixo e entulho, principalmente nas residências. Esse tipo de situação atrai a barata, o alimento favorito do escorpião.

Outras regionais apresentam números maiores: na região de Varginha foram 265 casos, em Passos, 216 e em Pouso Alegre, 176 registros. No Sul de Minas o aumento foi de 720, primeiro semestre de 2018, para 829 nos primeiros seis meses desse ano.

"O controle do escorpião é a catação de cada um, procurar o ambiente que ele possa estar abrigado, tirar entulhos de dentro de casa, tampar ralos, e se visualizar escorpião dentro de casa, puxar todos os móveis, procurar onde eles possam estar e catá-los mesmo", disse o coordenador do Setor de Zoonoses de Varginha, José Eduardo Mabeli Balieiro em entrevista à EPTV.

O tipo de escorpião mais encontrado na região, segundo a reportagem do G1, é o amarelo, o mais perigoso. O Ministério da Saúde já encaminhou doses do soro para Minas Gerais, mas informa que não é preciso aplicar o antiveneno em casos leves. Na região, o soro é disponibilizado em 35 hospitais de referência.

"Sempre procurar um atendimento médico (em caso de acidentes), avaliação profissional, para o médico avaliar qual procedimento clínico a ser tomado", disse o supervisor de endemias Éder Lúcio Machado.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.