Postado em quarta-feira, 28 de novembro de 2018 às 19:07

Exposição na Unifal apresenta pinturas de estudantes

As obras foram desenvolvidas na oficina de pintura na Escola Estadual Dr. Napoleão Sales.


Da Redação

A Unifal (Universidade Federal de Alfenas) recebe, desde a última terça-feira, a exposição “Silhuetas do Amanhã!”, atividade que integra a programação do 4º Simpósio Integrado Unifal. As obras ficarão expostas no hall do auditório Dr. João Leão de Faria, na sede da Unifal, até sexta-feira. A visitação é gratuita e livre a todos os públicos.

A mostra Silhuetas do Amanhã! é formada por 28 obras dos alunos da Oficina de Pintura em Tela do Programa Cidade Escola, desenvolvida pela Prefeitura de Alfenas, na Escola Estadual Dr. Napoleão Sales. Os jovens pintores são orientados pela professora Keylla Patrícia Francisco, integradora do programa.

Nas aulas, os alunos aprendem desde a confecção de telas até as técnicas básicas de pintura. “Devido ao custo elevado dos materiais tradicionais de pintura em tela, são utilizados materiais reciclados como madeira de pallets para a confecção dos suportes das telas, malhas e tecidos reaproveitados, tinta base látex (de parede) com pigmentos, tintas de tecidos, além de reaproveitamento de madeiras para o suporte nas pinturas”, explica Keylla Patrícia.

Obras desenvolvidas na Oficina de Pintura em Tela na Escola Estadual Dr. Napoleão Sales (Foto: Divulgação/Unifal)


Com essa iniciativa, a integradora da oficina otimiza os recursos materiais disponíveis para realização das atividades e promove princípios de sustentabilidade e cuidados com o meio ambiente ao reaproveitar materiais que, geralmente, iriam para o lixo.

De acordo com a professora Maria Janine Prado, responsável pela sala de recursos multidisciplinar da Escola Estadual Dr. Napoleão Sales, as oficinas de pintura trazem grandes benefícios aos alunos. “As atividades desenvolvidas nas aulas de pintura têm uma importância valiosa para a vida das crianças com deficiências e déficits na aprendizagem, pois possibilita a ampliação do repertório das experiências vividas por cada uma delas”, ressalta.

Esses benefícios, segundo Maria Janini, estão relacionados ao estímulo aos instintos e sentidos dos alunos de uma forma divertida e na ampliação das oportunidades de interação entre os alunos e os professores. “As aulas auxiliam no desenvolvimento, na coordenação motora, na melhora da autoestima, na concentração, no relaxamento, na percepção, dentre outros benefícios”, completa.

A atividade é uma iniciativa conjunta entre o projeto Cultura Unifal e o Programa Cidade Escola por meio da integradora Keylla Patrícia Francisco. O programa Cidade Escola é coordenado pela Secretaria Municipal de Educação e desenvolve oficinas de arte e cultura, recreações esportivas e de entretenimento, rodas de conversas, palestras sobre temas variados, entre outras atividades de extensão do ensino durante o contra turno das aulas.

De acordo com o produtor cultural Ivanei Salgado, da Pró-Reitoria de Extensão da Unifal, um dos objetivos do projeto Cultura Unifal é promover a cultura na Universidade por meio de parcerias. “A proposta é circular a exposição para os outros campi da Unifal em Varginha e Poços de Caldas e, também, para outros espaços culturais externos à Universidade”, explica.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.