Postado em terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Câmara aprova Comdec com muita resistência da oposição

Alessandro Emergente

A criação da Coordenadoria Municipal de Defesa Social do Município de Alfenas (Comdec) foi aprovada, em 1º turno, após muita resistência de alguns vereadores originários do grupo de oposição na Câmara Municipal. A reunião foi na noite desta segunda-feira.

A sessão chegou a ser interrompida por cinco minutos a pedido do líder do governo na Câmara, Vagner Morais (Guinho/PT), para que o projeto fosse esclarecido pelo procurador geral do Município, José Ricardo Leandro e Silva.

Três vereadores (dois deles originários da base oposicionista) posicionaram-se contrários a aprovação do projeto. Guinho então pediu vista ao projeto o que não chegou a ser deliberado, tendo resistência dos vereadores contrários a proposição.

Nas duas últimas sessões a proposição chegou a estar na pauta de votação, mas pedidos de vista adiaram a decisão do plenário. Primeiro o pedido de vista partiu de Hesse Luiz Pereira (PSDB) e na semana seguinte José Batista Neto fez um novo pedido de vista. Os dois, além de Sander Simaglio (PV), foram contrários ao projeto na sessão desta segunda-feira.

A argumentação contrária a proposição foi de que uma lei, sancionada por Hesse em 2000, já prevê a instituição do órgão. Segundo os oposicionistas ao novo dispositivo legal, a Lei 3.165/2000 é mais abrangente.

Hesse afirmou que a prefeitura desconhecia a legislação vigente por não especificar no texto do projeto a revogação da lei atual, de 2000.

Guinho chegou a argumentar que a nova lei é uma adequação para que a prefeitura possa reivindicar captação de recursos junto ao Estado. Hesse rebateu dizendo que o texto atual já permite este tipo de iniciativa.

Apesar de três votos contrários, o projeto foi aprovado com seis votos favoráveis e volta ao plenário na próxima semana para decisão final.

Logo após a aprovação do projeto que cria o Comdec, Hesse pediu vista ao projeto de lei que autoriza a instalação de aquecedor solar nos equipamentos públicos e casas populares. Guinho, Eneias Rezende (PRTB) e Marcos Inácio (PT) – este último autor do projeto – foram contrários ao pedido que foi aprovado pelo plenário.

Outros cinco projetos foram aprovados. Três deles em segundo turno, um outro em primeira votação e uma quinta proposição em regime de urgência: a abertura de crédito adicional suplementar no valor de R$ 2,7 milhões para cobrir diversas despesas como a manutenção de programas.

Tribuna Livre

O ex-delegado regional João Simões de Almeida Junior usou a tribuna livre para apresentar os resultados de seu trabalho a frente da 19ª DRPC (Delegacia Regional de Polícia Civil).

O pedido para o uso da tribuna foi após uma reportagem publicada pelo Alfenas Hoje em novembro em que mostra um saldo negativo de Simões a frente da 19ª DRPC. O delegado – que agora comanda a regional de Guaxupé – também concedeu entrevista a outros órgãos de comunicação da cidade nos últimos dias fazendo um balanço de sua passagem a frente da 19ª DRPC.

Fotos: Henrique Higino

João Simões usou a tribuna para fazer um balanço de sua permanência a frente da  19ª DRPC

Simões relembrou a Operação Desmantelamento e apresentou uma série de índices que comprovariam um saldo positivo. Disse que a regional alcançou a sexta melhor colocação no Estado na apuração de inquéritos, segundo índices de produtividade da Polícia Civil. “A minha estádia em Alfenas não foi inócua”, disse.

O delegado afirmou que completará 30 anos na Polícia Civil em outubro. “Eu nunca fui punido. Meu nome nunca teve envolvido em picaretagem”, declarou.

Durante o uso da tribuna, o delegado não falou sobre o aumento de pontos de tráfico na cidade citados na reportagem do dia 17, entre elas as “biqueiras” ao lado da própria Delegacia. Sobre a apuração de homicídios, disse que apenas um está sem solução. Outros estariam solucionados com o indício de suspeito (ou seja, sem indiciamento ou conclusão).

Citou que antes da Operação Desmantelamento, veículos eram furtados em Alfenas e trocados por drogas em outro estado, mas não comentou um ranking apresentado este ano pela Policia Civil que mostra Alfenas em oitavo lugar no Estado em furtos e roubos de veículos e a primeira no Sul de Minas. Somente após a divulgação destes dados pela imprensa foi criada uma delegacia especializado em furtos e roubos de veículos.

Colaborou:
Henrique Higino

>>Ouça o áudio da sessão

 








   
COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.


 

29 Comentários

Comentar essa Notícia
 
Carregar mais comentários
   
Termos e Condições para postagens de Comentários
Comentar essa Notícia










Alfenas Hoje - Jornalismo com responsabilidade
Copyright © 2007 - 2017 - Todos os direitos reservados

Adapt Soluções e Treinamentos