Postado em domingo, 14 de junho de 2020 às 06:32

Cuba quer testar turistas contra o coronavírus para evitar propagação

País prevê uma retomada gradual do turismo, uma de suas maiores fontes de renda. Hotéis deverão limitar o número de ocupantes e fazer ´acompanhamento epidemiológico´.


 O governo de Cuba anunciou que vai realizar testes para a Covid-19 nos turistas que chegarem à ilha depois da reabertura das fronteiras internacionais, que ainda não tem data definida. O objetivo é evitar uma nova alta do número de contaminações, de acordo com o primeiro-ministro, Manuel Marrero Cruz.

De acordo com o premiê cubano, o país prevê uma retomada gradual do turismo, uma das maiores fontes de renda de Cuba, que terá início com a abertura das estações balneárias.

Para evitar a propagação do coronavírus, além dos testes, os hotéis deverão limitar o número de ocupantes e efetuar um “acompanhamento epidemiológico”, explicou. Segundo Marrero Cruz, os turistas não poderão visitar Havana, epicentro da epidemia em Cuba.

Com a pandemia contida há mais de um mês, Cuba analisa como reabrir o país para o mundo, já que o turismo é essencial para sua economia. Mas novos surtos de coronavírus em Havana complicam os planos do governo.

Sucesso de Cuba durante pandemia vem do controle de assintomáticos
"O país está preparando a estratégia para a fase de recuperação da Covid-19, mas não a aplicaremos até termos certeza de que há um controle seguro da epidemia", afirmou recentemente o presidente Miguel Díaz-Canel.

Vírus desapareceu em dois terços do país
Aeroportos e hotéis estão sendo limpos e reformados para a reabertura, enquanto as companhias aéreas já começam a oferecer passagens para a ilha com estimativas para julho.

Cuba instaurou medidas rígidas de prevenção, como o uso obrigatório de máscaras. A estratégia do país também envolve internar o paciente, isolá-lo e examinar seus contatos nas últimas duas semanas.
Após o fechamento de suas fronteiras no final de março, Cuba isolou os turistas restantes em hotéis estatais. No momento, quase 4.000 permanecem no país. Vários deles aplicaram medidas de prevenção que permanecerão em vigor quando a ilha reabrir ao turismo.

De acordo com dados oficiais, o número de contaminações em Cuba é atualmente de menos de dez pessoas por dia, em vez de 50, e dois terços da ilha estão livres do vírus.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: G1



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.