Postado em terça-feira, 24 de dezembro de 2019 às 22:58

Tendências para cabelos com luzes 2020: moreno iluminado pede "tons da natureza"


Após o longo reinado das mechas bem clarinhas, há algum tempo o moreno iluminado virou a sensação para quem deseja mudar o visual sem ficar loira.

Em entrevista ao VIX, o cabeleireiro das famosas Marcos Proença revelou quais são as tendências de cor e as técnicas que vão bombar para os cabelos com luzes em 2020. Confira:

A mudança das estações permite ousar com a cor do cabelo. Geralmente nas temporadas mais quentes, como a primavera e o verão, o ideal é apostar nos tons mais frios, que harmonizam com a pele bronzeada. Já nas estações mais frias, o outono e o inverno, os tons mais quentes trazem um toque de cor.

De acordo com Proença, as cores que são tendência para morenas são aquelas que remetem à natureza.

"Se a gente pensar nos tons dourados, mel, cores que lembram coisas da natureza, são bons tons para se inspirar. Café, Cappuccino...", diz o profissional.

Outra dica importante na hora de eleger uma nova cor para as luzes é se atentar se ela harmonizará com o tom das sobrancelhas e dos olhos.

"Se essas cores não conversarem fica uma confusão, não fica orgânico. A vida toda a gente viu as pessoas copiando as luzes da Gisele Bündchen, aqueles contornos mais claros, mas ela tem ao lado da sobrancelha escura um olho azul, o que permite uma mecha bem clara", diz.

As mechas bem marcadas ficaram no passado, a tendência agora pede por luzes mais naturais e irregulares, com um mix de nuances claras e escuras.

Ainda de acordo com Proença, o ideal para quem possui cabelo castanho é deixar as luzes afastadas do rosto, começando mais para trás ou para baixo, ao contrário do hair contour, técnica queridinha para loiras que deixa as mechas próximas ao rosto sutilmente mais claras.

Corte de cabelo para o verão 2020 é short bob que parece "reto" para todo tipo de fio

Após o longo reinado do long bob como o corte queridinho, uma versão mais curta aparece como tendência de cabelo para o verão 2020.

Em entrevista ao VIX, o cabeleireiro das celebridades Marcos Proença revelou que chegou a vez do short bob se popularizar no País, já que agora foram descobertas algumas técnicas para que o corte se adapte melhor ao tipo de cabelo das brasileiras.

De acordo com o profissional, foi-se a época em que os cabelos longos eram a marca registrada da mulher brasileira. O corte médio fez muito sucesso e se tornou um dos mais pedidos nos salões, e agora ele tende a encurtar ainda mais por influência das tendências de beleza internacionais, principalmente da América do Norte e da Europa.

"A gente viu o long bob que aconteceu super, todas as atrizes e modelos fazendo. Depois desse cabelo long bob, a gente viu que o cabelo subiu, e aí a Dua Lipa começou a usar o cabelo bem reto. E quanto mais reto, mais moderno ficava. A gente vê cabelos on time com Nova York, Paris, Londres por conta das Fashion Weeks, das influenciadoras, da TV, as atrizes são superinformadas. E aí uma pessoa faz e em um minuto está todo mundo usando. É tudo muito rápido", diz.

O short bob de base reta chegou ao Brasil como um visual bastante fashionista e ousado. Também conhecido como blunt cut ("corte brusco", em português) sua principal característica são as pontas bem simétricas, como se tivessem sido cortadas com uma espada.

Este corte curto e "chapado", que até foi apelidado de "cabelinho na régua", caiu no gosto de muitas celebridades rapidamente, sendo Bruna Marquezine, Giovanna Ewbank e Fiorella Mattheis suas precursoras em solos brasileiros.

Apesar de algumas pessoas terem perdido o medo de investir em um corte tão diferente do que já havia sido visto na América Latina, os profissionais perceberam que precisavam ser feitas algumas adaptações no corte para que ele harmonizasse melhor com o tipo de cabelo das brasileiras.

"Por conta da brasileira ter um cabelo ondulado, cacheado ou crespo, a gente precisou adaptar esse corte. As gringas que usam esse cabelo têm o cabelo liso escorrido, e a brasileira, geralmente, não é lisa. Com a umidade o cabelo arma. Então a gente tem que pensar como que o cabelo da brasileira vai responder a esse corte", afirma Marcos Proença.

Para quem não tem o cabelo muito liso e deseja adotar o short bob, o profissional recomenda que ele seja feito desfiado e com o comprimento até a altura do queixo.

"Chegamos em um momento que a gente pode desfiar as pontas, deixar mais leve (...) então parece reto, imprime reto, mas no corte tem uns truques desses. E aí a gente chegou nesse máximo de curto que foi na altura do queixo", finaliza Marcos Proença.

FONTE: Vix



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.