Postado em segunda-feira, 20 de maio de 2019 às 14:01

Especialista dá 7 dicas para manter a beleza da pele sem exageros!

Com os agentes externos, exposição solar excessiva, noites de sono mal dormidas, além da ingestão de bebidas alcoólicas e outros fatores externos, a pele pode ficar envelhecida de forma precoce.


Ninguém quer ficar com uma aparência mal cuidada. Por esse motivo que existe combinações como o ácido retinoico, que promovem uma renovação celular, além de substâncias combinadas com a hidroquinona, que clareiam manchas e uniformizam o tom da pele. Além disso, há outras dicas que a dermatologista Karla Assed mostra que é possível optar por procedimentos menos invasivos e que garantam um ar mais descansado, sem ficar too much! Não se esqueça que a exposição da luz das telas como celular e computador também interferem no envelhecimento cutâneo.

1- Evite as rugas precoces

Rugas são consequência da perda de colágeno, que ocorre com o processo natural de envelhecimento. Mas este também pode ser acelerado devido à ação de outros fatores, como exposição solar prolongada e sem proteção, tabagismo, privação crônica do sono e consumo excessivo de bebidas alcoólicas.
2- Contra os radicais livres

Os efeitos dos radicais livres podem ser combatidos com uma dieta balanceada, através do aumento da ingestao de certos nutrientes, como a vitamina A (betacaroteno), vitamina C, vitamina E e selênio. Quando apenas a alimentação não é capaz de oferecer o aporte destes, os nutricosméticos podem ser indicados.

3- Pequena intervenção, grande mudança

A técnica de rejuvenescimento com sustentação de fio de ácido polilático reabsorvível é uma boa opção para quem busca o efeito lifting, sem cortes. Além de promover a tração da pele, remodelando os contornos de face, o fio age nas camadas mais profundas, aumentando a produção de colágeno e, com isso, melhorando a qualidade da pele.

4- Mãos sempre jovens

Perda de elasticidade, afinamento, rugas e linhas acentuadas. Os sinais da idade não são exclusivos da face. Eles costumam surgir também nas mãos, a partir da terceira década de vida, quando o corpo começa a perder gordura e outras substâncias que dão sustentação à pele, como colágeno e elastina. Para ter mãos sempre jovens, aposte nos preenchedores, que devolvem volume e hidratação, amenizando a flacidez. Se o aspecto envelhecido das mãos estiver relacionado com manchas, sessões de luz pulsada podem ser indicadas. E é importante sempre usar protetor solar nessa região.

5- Manchas senis

A incidência do sol sobre a pele, após muitos anos, pode produzir acúmulos localizados de melanina, sobretudo em peles mais claras. Embora não costumem ser malignas, essas lesões não favorecem a estética e podem ser removidas com procedimentos realizados em consultório, como a crioterapia, os peelings químicos de diferentes tipos, laser e luz intensa pulsada.

6- Firmeza e sem furinhos!

A combinação de duas técnicas é uma boa solução: ultrassom microfocal associado ao ácido polilático. O uso do ácido polilático associado a tecnologias como radiofrequência, ultrassom focal e luz intensa pulsada potencializa ainda mais os resultados no estímulo da produção de colágeno, melhorando o aspecto dos “furinhos” e estica mais a pele, deixando-a firme”, ressalta a dermatologista.

7- Novo concorrente do ácido hialurônico?

O bioestimulador Ellansé, à base de policaprolactona, tem sido indicado para dar volume e rejuvenescer o rosto (exceto lábios e pálpebras) e as mãos. Segundo a Dra. Karla, o Ellanse faz proliferação de colágeno, ele contém um transportador de gel que cria um lift inicial no tecido, por isso uma das indicações seria além de rejuvenescimento a celulite causada por flacidez cutânea. A médica ainda afirma que ele é indicado para o bumbum, área interna de coxa, joelho e o “tchauzinho” do braço.

Fonte: Só Notícias



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.