Postado em sexta-feira, 19 de março de 2010

Seis candidatos de Alfenas lançam pré-candidaturas em 2010

Pelo menos seis nomes de Alfenas podem estar na disputa eleitoral de outubro deste ano.


 Alessandro Emergente

Pelo menos seis nomes de Alfenas podem estar na disputa eleitoral de outubro deste ano. Três na disputa pela Câmara dos Deputados e outros três pela Assembléia Legislativa de Minas.

Embora sem nenhuma candidatura oficializada, o que só ocorrerá em julho quando os partidos definem seus candidatos e as coligações, os pré-candidatos já se dedicam as articulações políticas visando os entendimentos para os futuros apoios na fase de campanha.

Entre os pré-candidatos estão dois com mandatos eletivos. O prefeito Pompilio Canavez (PT) e o vereador Sander Simaglio (PV) são pré-candidatos a uma vaga na Assembléia Legislativa. O terceiro a colocar o nome à disposição do partido, para disputa como pré-candidato a deputado estadual, é o odontólogo Marcelo Guimarães Pessoa.

Filiado ao PSB de Alfenas, o odontólogo é servidor público da Secretaria de Estado de Saúde e atua em Belo Horizonte. Nascido na capital mineira, mudou-se aos 8 anos - em 1971 – para Alfenas, mas retornou a BH como servidor estadual. Diz que, no máximo, num intervalo de 15 dias visita Alfenas onde a família reside.

Se oficializada a candidatura de Pessoa será sua primeira eleição. Ele diz que a ideia de lançar seu nome foi sugerida pela presidente do Movimento das Donas de Casa, Lúcia Pacheco, e pelo deputado federal Rafael Guerra, do PSDB.

Desincompatibilização

Pompilio informa que deixará o mandato até o final deste mês para dedicar-se a fase de articulações políticas. O prazo previsto pela legislação é até 3 de abril, ou seja seis meses antes do pleito. Já Sander não precisa deixar a vaga na Câmara Municipal. 

Com origem do sindicalismo e nos movimentos populares, Pompilio filiou-se ao PT de Alfenas em 1988, mas já fazia parte do quadro petista desde o início da década de 80. Chegou a disputar quatro eleições – uma para vereador (1988), outra para deputado estadual (2002) e duas para prefeito (1992 e 2000) - antes de conseguir ser eleito pela primeira vez em 2004. Em 2008, foi reeleito prefeito de Alfenas.

O ex-presidente da Alago (Associação dos Municípios do Lago de Furnas) diz que abre mão do mandato em favor de um projeto regional.

Fotos: Arquivo/AH

Pompilio, Sander e Marcelo (camisa azul) são os pré-candidatos a deputado estadual

Já a candidatura de Sander aglomera vários partidos de oposição em apoio extra-oficial. É o mesmo grupo político que integrou a coligação do segundo candidato para prefeito na eleição de 2008. Marcos José Duarte (Marcão/PPS) diz que o grupo definiu por uma candidatura única que será a de Sander.

O nome de Marcão chegou a ser lembrado como provável pré-candidato, mas o ex-candidato a prefeito informa que a opção por um único nome foi uma estratégia para não fragmentar o grupo. A decisão por Sander foi devido a “viabilidade eleitoral” e por ter ser firmado como referência oposicionista na Câmara.

Com origem nos movimentos de direitos humanos como fundador do MGA (Movimento Gay de Alfenas e Região), Sander já disputou duas eleições: a primeira, em 2006, como deputado estadual; a segunda, em 2008, quando foi eleito vereador.

A rivalidade entre os pré-candidatos já se mostra nas declarações do vereador do PV: “Eu sou o único candidato alfenense a deputado estadual”. A frase pode ser interpretada como uma alfinetada no atual prefeito que é natural de São João Del Rei.

Pompilio responde: “Eu sou de Alfenas ele querendo ou não (...) O povo de Alfenas já decidiu isto (nas duas últimas eleições). Mas não é isto que estará em avaliação”.

Deputados Federais

Já na disputa pela Câmara dos Deputados, outros três nomes apresentam como pré-candidatos. Um deles é Fábio Sôssur (Fô), presidente do PSB/Alfenas. Candidato a vereador em 2008, Fô tem no movimento jovem e no esporte sua base de atuação.

Depois de fundar a Asa (Associação dos Skatistas de Alfenas) em 2004, Fô tornou-se o primeiro presidente da Federação Sul-Mineira de Skate, criada em fevereiro. Em 2005 assumiu a Coordenadoria da Juventude da prefeitura, mas rompeu com o Governo um ano depois por divergências políticas.

Fotos: Arquivo/AH

Fô (de camiseta), Pedrinho, e Lito (de óculos) são os pré-candidatos a deputado federal 


Outro nome lançado na disputa é o de Pedro Alencar Azevedo (Pedrinho) que deixará a prefeitura no final deste mês. Ele atua como coordenador do Forró Joaquim Dias e do Domingão Sertanejo, no Centro Vivencial. Ele tentará uma vaga pelo PRB, partido do vice-presidente da República José Alencar.

Pedrinho iniciou a carreira política em Alfenas pelo PSDB quando disputou sua primeira eleição para vereador, em 2004. Em 2005, deixou o partido para aderir ao governo petista. Em 2008, foi novamente candidato a vereador.

Também como pré-candidato a deputado federal aparece o nome do secretário municipal de Juventude e Turismo, Joselito de Souza, presidente do PTB de Alfenas. Lito chegou a colocar-se como pré-candidato a prefeito na última eleição mas retirou seu nome para apoiar a reeleição de Pompilio.

Lito, que é graduado em Direito e História, iniciou a trajet&oaute;ria na política participando de movimentos sociais do PCdoB no final da década de 70. Em 1981, participou da fundação do PT de Alfenas. Chegou a ser candidato a prefeito de Alfenas em 1996, mas um ano depois deixou o partido. Passou pelo PSB até filiar-se ao PTB.

O atual secretário de Juventude e Turismo, que também terá que deixar o cargo, caso continue com o projeto da pré-candidatura, diz que é há uma perspectiva de crescimento do PTB no Estado e seu nome foi apontado internamente como uma das possibilidades para contribuir com o partido.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.