Alfenas Hoje - Divino Rodosul e Hamburgão vencem e farão a final do Amador
Postado em domingo, 18 de junho de 2017

Divino Rodosul e Hamburgão vencem e farão a final do Amador

Otávio Borba

O Divino Rodosul e o Hamburgão venceram neste domingo pelas semifinais e são os finalistas do Campeonato Amador de Alfenas (Taça José Roberto Santana, o "Ferrinho”), organizado pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. Para chegar a final, o Divino Rodosul venceu o Floricultura Jardim do Éden por 3 a 2, enquanto o Hamburgão bateu o Alfenense por 1 a 0. A final será no próximo domingo, a partir das 9h, no Estádio Rachid B. Saliba, campo do Operário.

No primeiro jogo da semifinal, entre Divino Rodosul e Floricultura Jardim do Éden, bastante disposição e técnica, em jogo cadenciado e estudado. Os comandados do treinador Celso Liberato saíram na frente, quando pela direita, Matheus Souza fez boa jogada e cruzou para o meia atacante Agmon Max, que tocou entre os zagueiros e o goleiro Guilherme, fazendo 1 a 0 no marcador aos cinco minutos.

Durou pouco a alegria do Divino Rodosul. O atacante Maike, reforço de Areado, bateu forte, porém, de longe. Mesmo assim o goleiro Celsinho Júnior não foi feliz e o placar ficou igual em 1 a 1, aos nove minutos.

O Divino sentiu o golpe. Andou perdendo lances importantes, inclusive errando muito no setor de meio campo. E aos 22 minutos, novamente Juninho falha em chute cruzado de Jefferson e a virada do time do treinador Cláudio Santos aconteceu: 2 a 1 Floricultura.


No primeiro jogo da semifinal, entre Divino Rodosul e Floricultura Jardim do Éden, bastante disposição e técnica (Foto: Otávio Borba)


Na segunda etapa, o treinador Celso Liberato alterou a sua equipe. Juninho deu lugar para o garoto Tonho que mostrou personalidade quando acionado. E o Divino voltou com o “gás todo”. Rapidinho virou o marcador. O empate veio ao três minutos, após bela jogada entre Matheus Souza e Gabriel Rufino, o esperto e oportunista Jhon Santos, pequeno e valente, igualou o marcador em dois gols.

Se no primeiro tempo, o meio campo do Divino esteve disperso, na etapa final se encontrou e principalmente Lucas Silva, o Lukinha, fez grandes jogadas, com belos dribles e passes. A entrada de Matheus Leal também clareou este setor que estava confuso. E justamente Lukinha, após passe de Leonardo "Tukinha", ganhou do goleiro Guilherme, mas foi derrubado. Pênalti claro que Tukinha bateu com tranquilidade e virou o marcador: 3 a 2, aos cinco minutos.

Aos 20 minutos, o atacante André Pipoca teve chance de empatar o jogo, mas desperdiçou. O Divino se mostrou mais arrumado, principalmente com o zagueiro Alexandre Vitor, que foi soberano nas bolas altas e nas divididas. Aos 32 minutos, o zagueiro Michael, da Floricultura, foi expulso. Poucos minutos depois, William Viana, também da Floricultura, recebeu o vermelho por entrada faltosa em Lukinha.

Com isto, o Rodosul tocou a bola com tranquilidade e chegou a grande final do Campeonato Amador de Alfenas. Arbitragem foi de Luciano Fernando, o "Babalu", auxiliado por Juraci Bispo das Virgens e Daniel Santana. Na mesa, Vanderlei Pereira.

O Divino venceu com Celsinho Júnior, Gabriel Rufino, Alexandre Vitor, Matheus Lohan e Rafael Ribeiro, Tuty, Lukinha, Agmon Max e Tukinha, Matheus Souza e Jhon Santos. No banco, Liberato teve Tonho, Jussimar, Lucas Gustavo, Guilherme Simão, Gustavo Pernambuco e Matheus Leal.

A Floricultura Jardim do Éden perdeu com Guilherme, Michael, Felipe Martins, Neno e André "Pipóca", Flaviano, Alessandro, Jefferson e Rafael, Maike e William Viana. O treinador Cláudio dos Santos ainda contou com Marcelo, Eduardo e Guilherme.

Hamburgão bate Alfenense

Na segunda partida, o Hamburgão, comandado por Lucas Couto e Vanderley Lemos, fez um jogo seguro e mais determinado que o Alfenense Esporte Clube, vencendo e garantindo a sua vaga na grande final.

O atacante Kleber Magrão, aos cinco minutos, bateu forte, mas o goleiro Rogério Prudêncio fez boa defesa. O garoto Lucas Marcelo, o "Ronaldinho", teve chance de igualar o marcador, mas Edimo se fez presente e evitou o que seria o primeiro gol da partida.


Na segunda partida, o Hamburgão fez um jogo seguro e mais determinado que o Alfenense Esporte Clube (Foto: Otávio Borba)


E este gol veio aos 25 minutos, através do experiente volante Juvenil, quando em cobrança de escanteio por Alisson Reis, ele fez de cabeça entre a zaga do Alfenense. Aos 42 anos, o experiente Juvenil foi um dos nomes desta vitória do Hamburgão. Bom passes e desarmando com aptidão no setor de meio campo.

O Alfenense Esporte Clube teve dificuldade em criar e quando criava, parava nas boas defesas de Edimo. Na etapa final, o jogo tornou-se ainda mais corrido. A surpresa nesta partida foi o árbitro alfenense Marco Fazekas, da FMF (Federação Mineira de Futebol) e da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), que foi o mediador deste confronto. E o fez com tranquilidade.

Nos últimos 15 minutos o Alfenense dominou, mas pecava na conclusão. Todo fechado, o Hamburgão tentava nos contragolpes. Todo o sistema defensivo do Hamburgão, além dos volantes Juvenil e Júlio César, estiveram bem, mas o zagueiro Maycon foi o nome desta partida. Mostrou segurança, raça e determinação, sempre bem posicionado.

O treinador Luiz Jacinto fez várias alterações no seu time, mas nenhuma delas surtiu efeito. Não se encontraram e o placar persistiu em 1 a 0 para o time de Toninho "Chiclete". A arbitragem foi de Marco Fazekas, sendo auxiliado por Jefferson Kleber e Juraci Bispo das Virgens.

O Hamburgão venceu com Edimo, Rafael "Tarta", Fabinho, Maycon e Everton, Juvenil, Emerson Lopes, Hiago e Alisson Reis, Bruno Coelho e Kleber Magrão. No banco, o treinador Couto contou com Ademir Júnior, Luiz Augusto, Júlio César, Thiago Gaspar, Thiago Nunes e Tavinho.

O Alfenense perdeu com Rogério Prudêncio, Diego Silva, Gustavo, Alexandre e Rafael Bernardes, Wanderson Diego, Luiz Eduardo, Natanael e Crhistofer, Renatinho e Lucas Marcelo, o "Ronalldinho". No banco, Jacinto contou com Max Augusto, Deninho, Guilherme "Feijão", Lobinho, Danilo Lourenço, Gustavo Lourenço, Buguinho e Gustavo "Timóteo".








   
COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.


 

0 Comentários

Comentar essa Notícia
 
   
Termos e Condições para postagens de Comentários
Comentar essa Notícia








COLUNAS


Em debate
Shows do Aniversário de Alfenas
Leonardo Miranda
Democracia
O cair das máscaras
Daniel Murad Ramos
Literatura
O Documentarista
Leonardo Miranda

Alfenas Hoje - Jornalismo com responsabilidade
Copyright © 2007 - 2017 - Todos os direitos reservados

Adapt Soluções e Treinamentos