Alfenas Hoje - Alfenas registra 18 casos de estupro em 4 meses
Postado em quinta-feira, 11 de maio de 2017 às 01:01

Alfenas registra 18 casos de estupro em 4 meses

Da Redação

Alfenas lidera o ranking de números de crimes de estupro no Sul de Minas, de acordo com estatísticas oficiais da Secretaria de Segurança Pública do Estado. No primeiro quadrimestre deste ano, foram 18 casos registrados na cidade.

Em todo o Estado, os casos de estupro e tentativa de abuso cresceram quase 15% em 2017. Ainda segundo o levantamento da Secretaria, em todo o estado, de janeiro a abril deste ano, foram registrados 2,1 mil ocorrências, contra pouco mais de 2 mil no mesmo período do ano passado.

O número de registros de estupro em Alfenas supera o de cidades como Poços de Caldas, com 14 casos, e Pouso Alegre, com 13. Os números são de janeiro a abril deste ano. Mas esse número pode ser ainda maior porque muitas vítimas não registram a denúncia com medo de represálias.

“A gente manda para a delegacia as denúncias, mas ai a vítima ou os pais acabam não levando as vítimas para fazer o relato e acaba ficando sem nenhuma solução”, disse Paulo Silvério, presidente do Conselho Tutelar de Alfenas, em entrevista à EPTV.

Três casos recentes chamaram a atenção da população. Em um deles uma menina de 12 anos era abusada pelo padrasto há pelo menos dois anos. O caso só veio à tona no mês de abril, quando a adolescente chegou desmaiada no Hospital Universitário Alzira Velano e contou sobre o abuso. O padrasto de 39 anos, acusado do crime, continua foragido.

Outra vítima de estupro na cidade foi uma estudante universitária. Ela foi rendida quando saia do campus da Unifenas (Universidade José do Rosário Velano). Preso pela Polícia Civil, Luciano Alves de Souza confessou o crime e está preso.

Na semana passada, uma menina de 13 anos que tentava a carreira de modelo foi estuprada por um agenciador de carreiras de modelos. O homem está foragido.


Os crimes estão sendo investigados pela Delegacia da Mulher de Alfenas. A delegada Renata Rezende explica que os autores são identificados em quase 90% dos casos. “Quando há uma notoriedade, a divulgação de um crime, onde nós obtivemos êxito em prender o agressor a vítima se sente mais encorajada de vir denunciar”, disse.








   
COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.


 

5 Comentários

Comentar essa Notícia
 
Carregar mais comentários
   
Termos e Condições para postagens de Comentários
Comentar essa Notícia










COLUNAS


Lava Jato
O silêncio dos inocentes. Inocentes?
Daniel Murad Ramos
Em debate
Shows do Aniversário de Alfenas
Leonardo Miranda
Democracia
O cair das máscaras
Daniel Murad Ramos
Todos Colunistas do Alfenas Hoje

Alfenas Hoje - Jornalismo com responsabilidade
Copyright © 2007 - 2017 - Todos os direitos reservados

Adapt Soluções e Treinamentos