Postado em sexta-feira, 15 de maio de 2015 às 11:18

Vida Viva e Dona Vanja alertam para falsas campanhas que usam os nomes das ONGs

Um comunicado, divulgado à imprensa, relata sobre o problema.


 Da Redação

As associações Vida Viva e Dona Vanja estão alertando a população de Alfenas e da região para um golpe que estaria sendo praticando com o uso indevido dos nomes dessas duas entidades. Um comunicado, divulgado à imprensa, relata sobre o problema.

Segundo o comunicado, as duas ONGs (Organizações não-governamentais) receberam denúncias de colaboradores que afirmam terem sido abordados por pessoas que, se dizendo representantes de uma das entidades, ofereceram produtos de limpeza e produtos religiosos cuja venda, supostamente, beneficiaria as instituições.

Diante das denúncias, as associações fazem um importante alerta à comunidade regional: nenhum produto ou serviço pode ser comercializado para beneficiar a Vida Viva e a Dona Vanja. “Exceto pelos itens encontrados nos bazares beneficentes que funcionam em suas sedes, todas as demais ofertas não têm qualquer ligação com as entidades e, portanto, são falsas”, informam as entidades por meio de sua assessoria de imprensa.

Não há qualquer informação sobre quem são os responsáveis pelas falsas campanhas. As associações ainda ressaltam que somente seus mensageiros credenciados, que sempre se apresentam uniformizados e com crachá, podem receber doações para beneficiar as crianças assistidas pela Associação Dona Vanja e os pacientes com câncer, assistidos pela Associação Vida Viva. Nenhuma outra pessoa, empresa ou instituição está autorizada a pedir doações em nome das entidades.

Caso o doador tenha dúvidas sobre a procedência de quem o abordar, a orientação é para que entre em contato com as entidades pelos telefones (35) 3299-6622 (para falar com a Associação Vida Viva, cuja sede fica na Rua João Paulino Damasceno, 1193, no bairro Santa Rita), e (35) 3297-4461 (para falar com a Associação Dona Vanja, cuja creche e sede administrativa fica na Rua Cel. Pedro Corrêa, 546, no Centro). Caso, porém, percebam alguma atitude suspeita ou se sintam ameaçados, a orientação é para que os doadores comuniquem o caso à Polícia.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.