Postado em terça-feira, 28 de julho de 2020

Sul de MG tem queda no número de mortes por Covid-19, mas casos sobem pela 7ª semana

Região registrou 1.685 novos casos, com 21 mortes na semana; é o maior número de novos casos em sete dias desde início da pandemia.


 O número de mortes pela Covid-19 caiu nos últimos sete dias no Sul de Minas. No entanto, a região voltou a registrar alta de novos casos pela 7ª semana seguida. O aumento nos últimos sete dias foi de 35,9% em relação à semana passada. Foram 1.685 novos registros, com 21 mortes, em 123 cidades.

Este é o maior número de novos casos por semana desde o início da pandemia. Até então, o maior registro havia sido feito na semana passada: 1.239 novos casos, com 30 mortes.

Nesta sexta-feira, a Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) confirmou mais três mortes e outros 323 novos casos da doença na região. Com os registros, o Sul de Minas chegou a 7.675 casos confirmados do novo coronavírus, com 188 mortes.

Estes dados são referentes ao balanço publicado pela Secretaria de Saúde de Minas Gerais e podem apresentar divergências com os já divulgados por prefeituras, devido a períodos diferentes de fechamento. O G1 Sul de Minas informa diariamente por volta de 11h os dados do Estado e ao final do dia, novos casos divulgados em boletins municipais.

Conforme os dados da SES-MG, as cidades que mais registraram casos nesta semana foram:

+190 Extrema
+163 Pouso Alegre
+88 Guaxupé
+81 Passos
+76 Itajubá
+60 Itapeva
+59 Alfenas
+54 São Sebastião do Paraíso
+54 Três Corações
+50 Campo Belo
+47 Varginha
+46 Poços de Caldas


Novos casos
As novas mortes confirmadas pela SES-MG nesta sexta-feira foram registradas em:

1ª de Aguanil: Vítima é mulher de 59 anos, que já tinha comorbidades e morreu dia 14
8ª de Campo Belo: Vítima é mulher de 54 anos, que já tinha comorbidades e morreu dia 17
10ª de Alfenas: Vítima é mulher de 96 anos, que já tinha comorbidades e morreu nesta quinta, dia 23
Além disso, foram confirmados novos casos em:

+74 Pouso Alegre
+22 Extrema
+16 Passos
+15 Itajubá
+13 Três Corações
+12 Guaxupé
+11 Poços de Caldas
+9 Borda da Mata
+8 Alfenas, Careaçu, Itanhandu, Itapeva e Três Pontas
+7 Ouro Fino, Toledo e Varginha
+6 Jacutinga e Juruaia
+5 Cássia
+4 Carmo do Rio Claro, Elói Mendes, Monte Sião e São Sebastião do Paraíso
+3 Baependi, Bueno Brandão, Cambuí, Heliodora, Lavras e Senador José Bento
+2 Cachoeira de Minas, Campo Belo, Congonhal, Ibiraci, Nova Resende, Perdões, Santa Rita de Caldas, São João Batista do Glória e São Lourenço
+1 Brazópolis, Campanha, Campestre, Carrancas, Cruzília, Delfim Moreira, Espírito Santo do Dourado, Guaranésia, Ipuiúna, Itamogi, Jesuânia, Lambari, Maria da Fé, Monte Santo de Minas, Pedralva, Poço Fundo, Ribeirão Vermelho, São José da Barra, São Tomás de Aquino e Virgínia
Primeiro caso: + 1 Ibitiúra de Minas
Com os novos registros, de acordo com os dados da SES-MG, Extrema segue liderando o número de casos na região com 741, sendo oito mortes. Pouso Alegre tem 729 casos, com 13 mortes. Poços de Caldas aparece em seguida com 367 casos, sendo 10 mortes. Campo Belo tem 304 registros, com oito mortes.

Ao todo, Minas Gerais tem 106.812 casos confirmados de coronavírus, sendo 2.315 mortes por Covid-19. Conforme a secretaria, 79.756 pessoas já estão recuperadas da doença.

Cidades com mais casos confirmados de Covid-19 no Sul de Minas

Cidade Casos sem morte Mortes Total
Extrema 733 8 741
Pouso Alegre 716 13 729
Poços de Caldas 357 10 367
Campo Belo 296 8 304
Guaxupé 301 2 303
Itajubá 298 3 301
Varginha 273 7 280
Três Corações 259 6 265
Passos 215 4 219
Lavras 174 19 193
Itapeva 176 7 183
Guaranésia 165 5 170
Camanducaia 168 2 170
Alfenas 150 10 160
Juruaia 151 2 153
São Sebastião do Paraíso 125 3 128
Jacutinga 122 4 126
São Lourenço 108 2 110
Três Pontas 103 1 104
Lambari 97 3 100

Fonte: Secretaria de Estado de Saúde - SES/MG

 

Divergência de números
Os número de casos suspeitos e confirmados divulgados pela SES-MG têm sido diferentes dos que estão sendo anunciados diariamente em boletins de prefeituras.

Sobre isso, a secretaria informou que assim que o caso suspeito é identificado pelo serviço de saúde, é realizada uma triagem com este paciente de acordo com dados clínicos e epidemiológicos, auxiliando na tomada de conduta de interação ou isolamento domiciliar. O profissional de saúde entra em contato com o CIEVS-Minas ou Unidade Regional de Saúde para discussão do caso.

Definido como caso suspeito, o município preenche um formulário com os dados do paciente denominado RedCap, específico do Ministério da Saúde. Através deste formulário é gerado todo o banco de dados do Coronavírus no Estado.

O COES Coronavírus analisa esse banco de dados diariamente, reclassifica os casos, solicita novas informações ao município e faz o cruzamento dos resultados de exames laboratoriais. Após todo esse trabalho, que é realizado até as 13h do dia corrente, é que os dados estarão tratados para fazerem parte do Boletim Diário.

Dessa forma, é necessário percorrer todo este fluxo de notificação para que os casos sejam incluídos no boletim epidemiológico divulgado pela SES-MG e, por esta razão, divergências pontuais entre os municípios e os casos já computados pela SES-MG, podem ocorrer, tanto em relação a casos suspeitos quanto a casos confirmados.

 

 

 

 

 

Fonte: g1

 



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.