Postado em domingo, 5 de janeiro de 2020 às 12:21

Fonte de antocianinas, cereja ajuda a proteger o coração, aproveite a safra


De formato arredondado, pequena e carnuda, a cereja é outra fruta que brilha nesta época do ano. Importadas, começam a chegar por aqui em dezembro e, por agora, ainda é possível consumir essa fruta rica em compostos benéficos para a saúde, como as antocianinas. São elas que conferem a coloração típica da fruta, que pode chegar até o quase preto, de tão escuras. Antioxidantes, esses compostos ajudam a proteger a saúde cardiovascular, evitando a aterosclerose, além de combater a inflamação do organismo e, assim, prevenir doenças crônicas não-transmissíveis, do diabetes ao câncer (as antocianinas ajudam também a proteger os intestinos e o estômago).

Apesar de serem bem doces, com um leve azedinho, as cerejas in natura são pouco calóricas, oferecendo cerca de 65 calorias em 100 gramas da fruta. Além disso, oferecem fibras e têm efeito ligeiramente laxativo, beneficiando os que sofrem de constipação. São pobres em gorduras e têm um bom teor de cálcio e fósforo (que ajudam a proteger os ossos e dentes) e de potássio (ótimo para os hipertensos e praticantes de atividades físicas ou trabalhos que exigem muito esforço físico).

Dentre as vitaminas, a cereja fornece vitamina C, que também atua como antioxidante, ampliando o potencial da fruta de proteger o organismo contra doenças crônicas e, ainda, combatendo os radicais livres, evitando o envelhecimento precoce e mantendo a imunidade em dia. Apresenta vitaminas do complexo B, que favorecem diversos processos metabólicos, e também folato, que é importante para as mulheres que desejam engravidar, pois ajuda na formação do tubo neural do bebê.


Usos da cereja na cozinha
Comer cerejas fresquinhas é um prazer imenso para quem gosta de frutas vermelhas. Como são importadas, costumam ter um preço mais salgado. E estragam rápido, por isso o ideal é comprar pequenas quantidades. Assim como ocorre com os morangos, as cerejas frescas são uma delícia para consumir junto com creme batido, tipo chantili, ou ainda com iogurte natural (com iogurte, é uma ótima opção para o café da manhã ou lanche da tarde – pode adicionar um pouco de castanhas picadas, fonte de proteínas e gorduras boas, ou ainda linhaça, que é rica em ômega 3, tipo de gordura que combate a inflamação e ajuda a manter a saúde cardiovascular).

As cerejas também ficam excelentes em receitas doces e salgadas. Se o preço estiver bom e você comprou a fruta em maior quantidade, use-as para fazer geleias ou compotas, com um pouco de açúcar e gotas de suco de limão. Pode adicionar especiarias como cravo e canela, para um sabor a mais. Elas ficam deliciosas também em molhos agridoces para acompanhar carnes mais gordas. Neste caso, use vinagre de boa qualidade, um pouco de manteiga e ervas frescas como alecrim, tomilho e hortelã, para fazer uma compotinha agridoce. Fica bem saborosa como acompanhamento para cortes suínos, principalmente, mas também é uma guarnição que combina com frango assado e filé de frango empanado ou grelhado.

No quesito sobremesas, as cerejas podem entrar na composição de mousses, gelatinas e sorvetes cremosos. Um doce fácil de fazer é o francês clafoutis, que, basicamente, é uma espécie de "omelete" doce, assada junto com as cerejas inteiras e polvilhada, depois de pronta, com açúcar de confeiteiro. Uma receita bem simples combina cerca de 1 xícara (chá) de farinha de trigo, misturada com 2 colheres (sopa) de açúcar (ou a gosto), 4 ovos e 1 copo grande de leite. Adicione 1 pitada de sal para quebrar o doce e baunilha a gosto. Só misturar tudo, homogeneizando os ingredientes, e colocar numa forma redonda, previamente untada com manteiga e polvilhada com farinha de trigo.

Depois de colocar o creme na assadeira, distribua as cerejas por todo o creme e leve o clafoutis para assar, em forno médio, até o creme endurecer. Os franceses costumam preparar essa sobremesa com cerejas com caroço e tudo – dizem que dá mais sabor. Mas, se preferir, pode remover os carocinhos antes de colocar no creme e levar para assar.

Na hora da compra, observe se as cerejas estão com os cabinhos verdes e ainda presos às frutas, um sinal de que estão frescas. Quando os talinhos começam a se soltar, é um indicativo de que a fruta já pode estar passando do ponto.
Você gosta de cerejas? Como prefere consumir essa fruta? Conte para mim! Estou no Instagram, me adicione por lá.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Alfenas Hoje
Fonte: Viva Bem



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.