Postado em sexta-feira, 5 de julho de 2019 às 16:04

Polícia Civil prende suspeito de mandar matar homem em posto de combustível

O suspeito atuava como frentista e é apontado como o responsável pelo assassinato de Ricardo Barrios (foto) no ano passado.


Alessandro Emergente

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta sexta-feira, um homem de 38 anos que é suspeito de ser o mandante de um assassinato em novembro do ano passado. A vítima Ricardo Vasconcelos Barrios foi morta a tiros em um posto de combustível, no bairro Vila Betânia. 

As investigações da Polícia Civil apontam para Genivaldo Lopes como sendo o mandante do crime. Ele foi preso nessa sexta-feira e já foi encaminhado para o Presídio de Alfenas.

O assassinato foi em novembro de 2018, quando a vítima (na foto) foi baleada (Foto: Arquivo/AH)


O mandado de prisão foi cumprido no bairro Jardim Alvorada após a Justiça conceder a prisão temporária do suspeito por 30 dias. Nesse período, a Polícia Civil mantém as investigações e tenta desvendar outros detalhes do crime, como a identificação dos executores.

O delegado Márcio Bijalon concedeu entrevista à imprensa no início da tarde e disse que as investigações prosseguem. Segundo ele, o suspeito chegou a ser interrogado durante as investigações como testemunha, mas com o desenrolar do inquérito o homem se tornou o suspeito de ser o mandante da execução.

O delegado Márcio Bijalon conduz as investigações (Foto: Alessandro Emergente)


O suspeito trabalhava como frentista no posto de combustível e era “amigo” da vítima. Para a Polícia Civil, o motivo do crime é financeiro. Segundo as investigações, Genivaldo Lopes atuava como intermediário em empréstimos feitos por Barrios a terceiros. Os investigadores analisaram notas promissórias apreendidas que apontam um débito de cerca de R$ 600 mil entre os envolvidos.

As investigações prosseguem sob sigilo e o suspeito poderá ter a prisão temporária de 30 dias prorrogada por mais 30 dias.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.