Postado em terça-feira, 14 de maio de 2019 às 17:05

Assaltante que fez reféns em tentativa de assalto a banco é morador de Alfenas

Antônio César Leal reside no bairro Pinheirinho. Ele se entregou após três horas de negociações.


Da Redação

O assaltante que fez reféns em uma agência bancária em Elói Mendes, na manhã desta terça-feira, é morador de Alfenas. O homem, que estava dentro da agência com os reféns e se entregou no início da tarde, é Antônio César Leal, 36 anos.

Leal, conhecido como Nino, é natural de Campinas (SP), mas é morador do bairro Pinheirinho, em Alfenas. Ele se entregou após o seu pai participar das negociações e convencê-lo a se entregar. Segundo informações extraoficiais, Leal havia deixado o Presídio de alfenas há apenas dois meses.

O homem se entregou no início da tarde após três horas de negociações (Foto: Reprodução/Redes sociais)


O veículo, utilizado no crime na manhã desta terça-feira, teria sido roubado em Alfenas, no Loteamento do Trevo, no último dia 25. Essa informação, no entanto, não foi confirmada oficialmente. Outros quatro assaltantes participaram do crime nesta manhã, mas eles estão foragidos. Leal chegou a dizer aos policiais que os comparsas são de São Paulo, mas não deu detalhes.

As negociações duraram cerca de três horas até que o homem se entregou por volta de 12h30. A Polícia Militar, a Polícia Civil e uma equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) participaram das negociações.

O assalto

Segundo a Polícia Militar, o assalto começou quando uma gerente do banco, que mora em Paraguaçu e estava a caminho do trabalho pela BR-491, foi abordada e rendida pelos assaltantes. Depois disso, um deles foi até o banco e entrou no prédio com ela. Os outros três ficaram para trás e ameaçaram sequestrar a família dela para garantir que ela colaborasse no assalto.

A ocorrência foi na manhã de terça-feira (Foto: Reprodução/EPTV)


O assaltante que restou entrou na agência e rendeu mais quatro pessoas - outros dois gerentes, uma zeladora e um vigilante. No entanto, quando outro vigilante chegou ao local, percebeu que algo estava errado e acionou a polícia, que imediatamente se dirigiu à agência. Durante esse período, os três assaltantes que haviam ficado para trás fugiram.

Segundo informações divulgadas pelo G1, por volta das 8h30, um dos gerentes saiu para passar uma informação para a polícia à pedido do assaltante. Logo depois, saiu a segunda gerente, que havia sido rendida na estrada. Os policiais não permitiram que eles retornassem. Os outros três funcionários ainda foram mantidos reféns. Por volta das 12h30, o assaltante, que estava dentro da agência do Bradesco, se entregou após o pai dele participar das negociações. Ninguém se feriu na ocorrência.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.