Postado em terça-feira, 14 de maio de 2019 às 15:03

PM apreende 300 buchas de maconha, além de crack e cocaína

A droga foi apreendida durante a madrugada de terça-feira no bairro Santa Luzia.


Da Redação

Uma grande quantidade de drogas foi apreendida na madrugada de terça-feira, no bairro Santa Luzia, pela Polícia Militar. Um suspeito de 24 anos foi preso no local da ocorrência, na rua Barão de Alfenas, em uma área conhecida como região dominada pelo tráfico de drogas.

A ação da PM resultou na apreensão de 301 buchas de maconha, 150 pedras de crack e 125 cápsulas com cocaína. Também foi apreendida uma quantidade em dinheiro, totalizando R$ 3.347,00 em notas diversas o que aumenta a suspeita de que este dinheiro é oriundo do tráfico.

De acordo com a PM, durante patrulhamento, os militares viram o suspeito Paulo César de Araújo saindo de uma residência abandonada, com uma mochila nas costas. Ao perceber a presença dos PMs, o suspeito voltou correndo para o interior do imóvel, deitou em um colchão e simulou que estava dormindo.

A droga estava em uma casa abandonada na rua Barão de Alfenas (Foto: Divulgação/PM)


No imóvel não há nenhum móvel e as evidências apontam como local típico para uso pelo tráfico de entorpecentes. A mochila, vista pouco antes pelos policiais, foi encontrada em um dos cômodos do imóvel e, dentro dela, havia parte da droga apreendida.

Foram apreendidas 200 buchas de maconha embaladas em “papel filme” e outras 101 em um papel esverdeado. O crack e o dinheiro também estavam na mochila. Já as cápsulas com cocaína foram localizadas em cima da pia da cozinha em uma caixa de isopor.

O suspeito disse aos policiais que a apreensão causaria um prejuízo aproximado de R$ 8 mil. Segundo a PM, o homem já tem antecedentes por tráfico de drogas, tendo sido visto no local da ocorrência por diversas vezes pelos militares na companhia de traficantes que atuam naquela região.



NOTÍCIAS RELACIONADAS


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.