Postado em quarta-feira, 13 de março de 2019 às 22:10

PM abrirá sindicância para apurar denúncia contra policiais

Uma idosa de 67 anos alega ter quebrado o braço após uma ação policial.


Da Redação

A Polícia Militar divulgou uma nota à imprensa, essa semana, em que informa estar apurando se uma senhora que quebrou o braço e sofrido lesões no rosto teria sido vítima de violência policial. O caso veio à tona nas redes sociais após a divulgação de fotos da idosa, de 67 anos.

Segundo a versão de familiares da idosa, os policiais teriam arrombada o portão em que a idosa estava apoiada. Ela se dirigiu até o portão para fechá-lo depois que o filho dela entrou em casa gritando que estava sendo perseguido.

Ainda na versão da família, o rapaz havia fugido de dois homens no bairro Aparecida. Alega que os policiais não estavam fardados e não sabia que eram policiais.

Família da vítima afirma que policiais arrombaram um portão em que idosa estava apoiada em Alfenas (Foto: Reprodução/EPTV)


Com a queda, a idosa sofreu uma fratura em um dos braços e teve um corte na testa e escoriações. Num vídeo, divulgado na internet, a mulher afirma que não teve forças para levantar e que foi ignorada pelos policiais quando pediu ajuda. O caso foi denunciado no Ministério Público.

No boletim de ocorrência sobre a ocorrência consta a informação de que o homem teria apresentado um documento de identidade falso aos policiais e que havia um mandado de prisão contra ele. Além disso, 13 pinos de cocaína teriam sido encontrados durante a abordagem.

Em nota, a Polícia Militar informou que o suposto envolvimento dos policiais nesta ação teria acontecido em meio a uma perseguição e que o caso deve ser investigado para identificar quem teria aberto o portão e derrubado a idosa. A polícia informou ainda que a declaração da idosa de que lhe foi negado socorro também será investigada. Confira a nota na íntegra.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.