Postado em segunda-feira, 7 de janeiro de 2019 às 17:05

PM apreende arma sem registro que seria usada em caça de javali

Um rifle, calibre 22, foi apreendido junto com vários outros objetos que seriam utilizados na caça.


Da Redação

Armas e munições foram apreendidas pela Polícia Militar, no final de semana, em uma abordagem próxima ao bairro Vista Grande. Dois suspeitos, um de 32 anos e outro de 59, foram presos devido a arma de fogo apreendida não conter registro.

A ocorrência foi na noite de domingo, quando os envolvidos foram abordados numa estrada vicinal conhecida como “Estrada do Cascalho”. Os policiais haviam recebido a informação que uma carreta, rebocada por um VW Gol, estaria transportando armas de fogo ilegais.

As câmeras de monitoramento da GCM (Guarda Civil Municipal) captaram a movimentação do veículo suspeito e a informação foi repassada para as viaturas. A PM se deslocou em direção ao bairro Vista Grande e conseguiu alcançar os suspeitos já na estrada que dá acesso ao bairro Cascalho.

O material foi apreendido pela Polícia Militar (Foto: PM/Divulgação)


Os suspeitos, que usavam roupas verde-camufladas, foram interceptados e alegaram que iriam caçar javali para consumo próprio e presentear amigos. No interior do veículo foram encontrados uma um rifle calibre 22, descarregado, cuja numeração, segundo os abordados, é interna. A arma de fogo estava descarregada e as munições dentro de uma bolsa.

Segundo a PM, os dois abordados apresentaram documentos, alegando se tratar de autorizações do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) para a caça dos animais. Essa autorização, no entanto, estaria condicionada a prejuízos na lavoura por causa dos estragos causados pelo animal.

Segundo a PM, os suspeitos foram presos em flagrante, uma vez que declararam não possuírem o registro da arma de fogo e nem qualquer documentação de legalização. Além do rifle, vários apetrechos de caça foram apreendidos, incluindo três facas e um facão. O automóvel e a carreta também foram apreendidos e levados para o pátio credenciado pelo Detran/MG (Departamento de Trânsito de Minas Gerais). Seis cães de caça foram liberados para familiares de um dos abordados.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.