Postado em quarta-feira, 4 de julho de 2018

Enxaqueca menstrual: o que é e como aliviar esse sintoma?

Veja por que esse tipo de enxaqueca é tão comum e o que fazer para se livrar dela...


 Toda mulher em idade fértil conhece os sintomas que podem aparecer no período pré-menstrual, no menstrual e no pós-menstrual. Mesmo aquelas que não os sentem com tanta intensidade percebem as mudanças no organismo todos os meses durante esse período. Uma delas pode ser a enxaqueca menstrual.

Esse sintoma da TPM é uma dor de cabeça intensa que faz latejar. Assim como uma enxaqueca que não esteja ligada à menstruação, ela também pode causar enjoo, vômito, vista embaçada, dor nos olhos e visão de pontos luminosos. Se você sofre com a enxaqueca menstrual, saiba mais sobre o assunto veja o que pode ser feito para aliviá-la.

Quando acontece a enxaqueca menstrual?



É mais comum que a enxaqueca menstrual ocorra cerca de 2 dias antes da menstruação começar e pode ficar até 3 dias após o seu término. Não necessariamente ela irá ocorrer durante todos esses dias, podendo ser esporádica ou contínua, conforme cada caso.

Características que envolvem a dor
Junto com a enxaqueca menstrual podem surgir os outros sintomas comuns da TPM, como cólicas, retenção de líquido, irritabilidade, fadiga, alterações de humor e desconforto nas mamas. Em cada mulher a intensidade e a variedade dos sintomas se apresenta de forma diferente, por isso é importante conhecer o seu organismo para conseguir prevenir alguns deles.

Como aliviar a enxaqueca menstrual?
A enxaqueca menstrual acontece porque nos dias que antecedem a menstruação ocorre uma queda na concentração de estrogênio, o hormônio feminino. Essa queda causa um desequilíbrio no cérebro que, em algumas mulheres, desencadeia a dor, além dos demais sintomas da TPM.

Em caso de dor suportável e caso não tenha qualquer tipo de alergia ou sensibilidade a medicamentos, pode-se tentar fazer uso do remédio para dor de cabeça que toma usualmente.

Se não costuma tomar remédios para dor de cabeça, é recomendado consultar o ginecologista para que ele recomende um analgésico, um triptano ou anti-inflamatório, de acordo com os demais sintomas que estiver sentindo.

Em caso de dor muito forte e contínua, pode ser útil consultar o neurologista para prescrição de uma medicação mais específica e para acompanhar a frequência da dor. Isso permite que a dor seja prevenida nos próximos períodos menstruais.

Além da medicação, outras formas de aliviar a enxaqueca menstrual são com uma alimentação saudável, sem excessos e com redução de alimentos industrializados e gordurosos. Também é recomendado não ficar sob luz forte nem em ambientes com muito barulho, pois isso costuma intensificar a dor.

É melhor ficar em casa de repouso e fazer exercícios de respiração para equilibrar o organismo. Quando estiver se sentindo melhor, a prática de atividade física leve também pode ajudar a prevenir que a dor volte.

Remédios caseiros para enxaqueca menstrual




No caso de não poder ou de não querer utilizar medicamentos sintéticos, também há opções naturais que podem ajudar a prevenir ou a aliviar a dor. Essas opções são de plantas e de alimentos com propriedades anti-inflamatórias, analgésicas e calmantes, como:

Chá de camomila;
Compressa de alfazema;
Chá de hortelã com gengibre;
Óleo essencial de hortelã-pimenta para aplicar nas têmporas;
Suco de maracujá;
Chá verde;
Chá de alecrim;
Chá de salgueiro;
Alimentos com ômega-3, como abacate, coco, peixes gordos e nozes.
Escolha uma dessas plantas e esses alimentos para fazerem parte da sua rotina alimentar, pois eles agem como preventivos sobre a causa da dor, e não apenas para o alívio momentâneo. Caso os sintomas persistam, consulte seu médico.

As dicas deste artigo não substituem a consulta ao médico. Lembre-se que cada organismo é único e pode reagir de forma diferente ao mencionado. E para obter os resultados mencionados também é preciso aliar a uma vida e alimentação saudável e equilibrada.






Fonte: dicasonline



Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Ok, eu aceito