Postado em sexta-feira, 9 de março de 2018 às 11:21

Anvisa aprova novo medicamento que previne trombose e AVC: quem pode tomar?

O composto edoxabana, cujo nome comercial é Lixiana, evita a formação de trombos e coágulos nos vasos, os quais podem bloquear o fluxo sanguíneo e causar doenças graves....


 Um novo medicamento voltado à prevenção e tratamento de doenças causadas por distúrbios circulatórios foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O composto edoxabana, cujo nome comercial é Lixiana, evita a formação de trombos e coágulos nos vasos, os quais podem bloquear o fluxo sanguíneo e causar doenças graves.

Novo anticoagulante oral é aprovado


O medicamento Lixiana foi aprovado nos Estados Unidos em 2015 e consiste em comprimidos com doses de 15 mg, 30 mg e 60 mg.

Diferente da antiga classe de anticoagulantes, que agia na inibição dos fatores de coagulação dependentes de vitamina K, a edoxabana age na enzima que coagula o sangue, chamada de fator Xa, impedindo que concretize sua função.


Indicação


A Lixiana pode ser usada na prevenção de acidente vascular cerebral (AVC) ou embolia sistêmica em pacientes adultos com fibrilação atrial não valvar, que é um tipo comum de arritmia cardíaca que deixa os batimentos do coração irregulares e predispõe má circulação.

Além disso, esse novo anticoagulante pode tratar e prevenir trombos nas veias de adultos, os quais podem resultar em trombose venosa profunda e embolia pulmonar, quando houver indicação médica.

O produto é fabricado no País pela empresa farmacêutica Daiichi Sankyo Brasil.




Fonte: VIX