Postado em quinta-feira, 8 de março de 2018 às 11:33

Dicas para empreendedores – do básico ao avançado

 Confesso que no desenvolvimento de uma ideia, para transformá-la em um negócio dá um “friozinho na barriga”.

Tenho tantas dicas para empreendedores que eu poderia incluir aqui, mas quero deixar essa sua leitura mais fácil, digestiva e objetiva.

Por isso selecionei algumas dicas fundamentais que julgo importantes em sua iniciativa, essas dicas são fruto das minhas próprias experiências.

São conclusões sobre negócios que levei anos para descobrir.

Um pequeno e importante conselho:

A vida do empreendedor não será fácil, tudo leva tempo, mas saiba que TODAS as escolhas serão suas.


Poder ter suas próprias escolhas e definir caminhos é um benefício da vida do empreendedor. Aproveite isso de verdade.

E isso é o ponto mais importante de todo o aprendizado que está por vir.

O empreendedor toma a rédea da sua vida e das suas iniciativas.


Então, vamos lá?

# 1. Dicas para empreendedores – na concepção do negócio.

# 1.1 Você pode definir o que você QUER.

Por exemplo:

  •  
  • Negócios que gerem recorrência, assinaturas com renda frequente a partir de uma adesão;
  • Negócios pela internet;
  • Negócios que movimentem força de vendas direta;

# 1.2 Você pode definir o que NÃO quer.

Por exemplo:

  • Negócios que possuam ponto de vendas físicos (se for no Brasil, em função da violência);
  • Negócios que demandem trabalhar no final de semana de forma constante;

# 1.3 Você pode listar suas reais competências para facilitar a análise de negócios que estejam alinhadas a elas.

Por exemplo, eu sou bom em:

  • Criar formas de vender mais e melhor;
  • Apresentações em público;
  • Naturalidade para negociações;
  • Experiência como gestor de um negócio no segmento de alimentos;
  • Conhecimento avançado sobre o negócio de franquias no Brasil;
  • Conhecimento avançado sobre pequenos negócios;
  • Entendimento do ecossistema empresarial e visão generalista sobre ações e resultados;


# 1.4 Você pode listar competências que precisa e quer desenvolver para o futuro, estudar é algo para sempre.

Por exemplo, o que eu quero fazer e me preparar:

  • Estudar inglês;
  • Restabelecer contatos empresariais importantes;
  • Ser menos agressivo/assertivo e mais observador e astuto, afim de influenciar pessoas para resultados;
  • Cuidar ao estabelecer sociedades, complementariedade no trabalho, competências e divisões de tarefas;

# 1.5 Você pode relacionar áreas de impacto e que acredita terem resultados promissores para novos negócios.
Por exemplo, áreas que eu vou estudar:

  • Que dizem respeito aos cuidados das mulheres (beleza);
  • Que resolvam problemas normais da terceira idade;
  • Que estejam ligadas aos animais domésticos;
  • Que se tenham causas relacionadas à educação;
  • Que possam facilitar a operação de pequenas e médias empresas;
  • Conheça outros artigos que escrevi: Ideias de Negócio – Por onde começar [ artigo ]


# 1.6 Cuidado com investidores e sócios.

Tome cuidado, a sociedade entre um operador e um investidor é muito comum, porém há investidores que não valem a pena;
Pesquise sobre o perfil deste seu parceiro, isso no futuro vai fazer a diferença;
Pense no cenário onde tudo dá errado e entenda como seria a atitude deste sócio em relação à parceria, pergunte “e se tudo der errado?” (documente isso);

# 1.7 Proteja sua marca.

Jamais coloque a sua marca como razão social do seu negócio, a razão social apenas serve para indicar uma referência para sua empresa, enquanto a marca É o seu negócio.
Conheça outros artigos que escrevi: Projeto empreendedor, marcas que vendem [ artigo ]

# 1.8 Sobre prestadores de serviços.

Eu conheci vários tipos de prestadores de serviço, se você quer sobreviver, é necessário ter ao seu lado os melhores, mais produtivos, mais flexíveis e geradores de possibilidades (dentro da lei).
Prestadores de serviços são movidos à pagamentos em dia, atrasos em pagamentos para estes impactam na qualidade do suporte, no final das contas, se você vai pagar, com os atrasos, terá tido um nível de suporte bem inferior se tivesse pago em dia.



Fonte: Partiu Empreender