Postado em quinta-feira, 7 de dezembro de 2017 às 18:06

Motorista envolvido na morte de 2 pessoas é indiciado

Alessandro Emergente

Breno Costa Clemente, 22 anos, motorista envolvido em um grave acidente que provocou a morte de duas pessoas, foi indiciado por homicídio doloso – ou seja, quando a pessoa assume o risco de grave acidente com morte. No dia 18 de novembro, o rapaz dirigia uma BMW 3201 em alta velocidade e bateu de frente com uma moto. O motociclista e o jovem que estava na garupa morreram. 

Essa semana, a Polícia Civil concluiu o inquérito e indiciou Clemente por homicídio doloso. De acordo com o delegado Márcio Bijalon, após ouvir testemunhas e analisar imagens de um posto de combustível, onde rapaz esteve antes do acidente, a equipe da Delegacia de Homicídios concluiu pela fragilidade do álibi apresentado pelo motorista.

O motorista indiciado chegou a alegar que fugia de assaltante, o que não convenceu a Polícia (Foto: Facebook/Reprodução)


No dia do acidente, Clemente alegou que tinha sido abordado por assaltantes e que estava em fuga, o que não se comprovou nas investigações. De acordo com a Polícia Civil, o motorista dirigia o veículo em alta velocidade após ter ingerido bebida alcoólica.

Colisão frontal

O carro, dirigido por Clemente, estava em alta velocidade e invadiu a contramão da avenida Mário Barbosa Vieira, próxima a Rodoviária Intermunicipal e a unidade do Senac. Uma moto seguia na direção contrária e se chocou de frente.

O motociclista David Calvo de Oliveira Gomes, 18 anos, morreu no local. A outra vítima foi Douglas Anselmo de Almeida, 24 anos, que estava na garupa. Almeida chegou a ser socorrido pela equipe do Samu e levado para o Hospital Universitário Alzira Velano (HUAV), onde faleceu.

As imagens da BMW e da moto acima logo após o acidente demonstram a gravidade do acidente  (Foto: Arquivo/Corpo de Bombeiros)


Na ocasião, Clemente foi autuado em flagrante por homicídio culposo, quando não há a intenção de provocar a morte de terceiros. Mas, após as investigações, a Polícia Civil concluiu que houve homicídio doloso na modalidade dolo eventual, de acordo com o artigo 121 do Código Penal. “Com sua conduta de conduzir veículo sob efeito de álcool, em alta velocidade e invadindo a contramão de uma rua, (ele) assumiu o risco de produzir um acidente”, explicou o delegado.

No caso de homicídio culposo, a pena varia de um a três anos (§ 3º do artigo 121). Porém, em caso de homicídio doloso, a pena pode variar de seis a 20 anos, conforme o Código Penal.

De acordo com o Bijalon, o inquérito será remetido ao Ministério Público, que decidirá em qual crime o motorista será denunciado. Clemente responde à Justiça em liberdade.

Uma cápsula, normalmente usada para guardar cocaína, foi encontrada dentro da BMW. A cápsula foi remetida para um setor especializado da Polícia Civil, em Belo Horizonte, que está analisando se havia vestígio de entorpecente no material.








   
COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.


 

4 Comentários

Comentar essa Notícia
 
Carregar mais comentários
   
Termos e Condições para postagens de Comentários
Comentar essa Notícia










Alfenas Hoje - Jornalismo com responsabilidade
Copyright © 2007 - 2017 - Todos os direitos reservados

Adapt Soluções e Treinamentos