Postado em sábado, 20 de setembro de 2014 às 02:19

Suspeito de duplo homicídio no RJ é preso em Alfenas

Veltuir Pereira da Silva Filho era considerado foragido da Justiça do RJ.


 Alessandro Emergente

O suspeito de cometer um duplo homicídio em Itaperuna (RJ), em 2011, foi preso em Alfenas. Veltuir Pereira da Silva Filho (conhecido como Veltinho), 32 anos, foi apresentado à imprensa na tarde de sexta-feira pela Polícia Civil e pela Polícia Militar.

Em 2011, a adolescente Priscila Vieira de Oliveira, 16 anos, e o jovem José Ricardo de Oliveira Barbosa, 25 anos, foram executados a tiros em Itaperuna, interior do Rio. Veltinho, foragido desde então, é um dos suspeitos do crime ao lado de outras duas pessoas.

Segundo a Polícia Civil, o rapaz é suspeito praticar crimes de homicídio qualificado, roubo, receptação e formação de quadrilha. Segundo o delegado regional Celso Ávila Prado, Veltinho apresenta um perfil “frio, calculista e de certa periculosidade”.

Ação da PM

O suspeito foi preso na tarde de quinta-feira pela Polícia Militar em sua residência no bairro Residencial Oliveira. Segundo o Tenente Souza, subcomandante da 18ª Cia PM Independente, ele estava com amásia, que também já é conhecida no meio policial, no momento em que a polícia chegou. 

O suspeito foi preso em sua casa, no Residencial Oliveira (Foto: Alessandro Emergente)

Com Veltinho, a PM encontrou R$ 5 mil em notas, além de um bracelete de ouro e um crucifixo cravejado de diamante, avaliados em R$ 80 mil. Ao ser abordado, o rapaz apresentou identidade falsa, com o nome de Vítor Machado da Silva. O “espelho da identidade” era verdadeiro, mas os dados do verso não correspondiam.

Identificação

Desconfiada, a Polícia Civil fez a identificação criminal, comparando digitais, cruzando informações com a Polícia do Rio de Janeiro e de outros municípios de Minas Gerais. Por exemplo, o endereço correspondente ao nome da identidade era Governador Valadares, o que não se confirmou, uma vez que o mesmo nunca residiu naquela cidade.

No dia 11 de setembro, uma semana antes de ser preso em Alfenas pela PM, Veltinho foi detido em Juiz de Fora por transitar em um veículo adulterado. Na ocasião, ele apresentou a identificação falsa, com o nome de Vítor Machado, pagou fiança e foi solto, respondendo pelo crime em liberdade. 

Acima, Ten. Souza ao lado do delegado Celso Ávila durante entrevista coeltiva na Delegacia. Abaixo, identificação digital do suspeito e bracelete de ouro e crucifico cravejado de diamante, encontrados com o suspeito (Fotos: Alessandro Emergente) 

A Polícia já sabe que Veltinho tem ligação com diversas pessoas, que são alvos de investigações. Com isso, a Polícia ainda vem fazendo o cruzamento de informações. A princípio, o rapaz responderá pelo crime de falsa identidade, além do duplo homicídio em Surubi, em Itaperuna. Ele foi encaminhado ao Presídio de Alfenas e deve ser transferido para o Rio de Janeiro.

Em relação ao duplo homicídio, Veltinho disse ser inocente e que estava em São Paulo quando o crime aconteceu. Afirmou que desde 2011 tem morado em várias cidades e que em Alfenas atua como vendedor. Questionado qual o tipo de produto que comercializa, disse que vende “de tudo” com nota fiscal.



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.