Postado em sexta-feira, 29 de novembro de 2013 às 12:51

Mais de 33% da população não percebem mudança na administração do município

Pesquisa realizada pelo Instituto MDA revela que 33,6% da população não perceberam mudanças com o atual governo.


Da Redação

Pesquisa realizada pelo Instituto MDA revela que 33,6% da população não perceberam mudanças com o atual governo municipal, quando questionados sobre a avaliação da atual administração. Se 33,6% não perceberam mudanças, outros 36,6% preferem a administração anterior contra 26,9% preferem a atual gestão.

O levantamento foi nos dias 9 e 10 de novembro e, entre os itens avaliados, está a percepção do morador em relação à qualidade de vida de Alfenas. A pesquisa completa foi publicada na edição deste final de semana do Jornal Domínio Público, que chegou às bancas nesta sexta-feira.

Dos 36,6% que apontaram a gestão anterior como mais positiva, 24,3% responderam que a administração do ex-prefeito Luiz Antônio da Silva foi “bem melhor”. Outros 12,3% afirmaram que “está um pouco pior agora”.

 

 

Avaliação sobre a atual gestão em comparação com a anterior (Imagem: Reprodução)
 

Dos 26,9% favoráveis as ações do atual governo, 17,3% responderam que “está um pouco melhor agora” e outros 9,6% afirmaram que o governo de Maurílio Peloso (PDT) “é bem melhor”. A opção “Não souberam ou não responderam” chegou a 3% dos entrevistados.

Ao analisar a percepção do morador em relação à qualidade de vida de Alfenas, 38,2% disseram acreditar que a cidade “está no caminho certo”, enquanto que 36,2% acreditam “que não está”. Outros 22,9% responderam “em termos”, considerando que em alguns aspectos a cidade está no caminho certo. Não souberam ou não responderam somaram 2,7%.

 

 

As prioridades a serem resolvidas em Alfenas, segundo os entrevistados (Imagem: Reprodução)
 

Os entrevistados foram questionados sobre as prioridades dos bairros: as mais citadas são policiamento (23,9%), combate às drogas (21,6%) e limpeza urbana (12,6%). Em relação às prioridades da “cidade como um todo”, a mais citada é geração de empregos, com 19,3%, seguida por policiamento (17,9%), saúde (14,3%) e combate às drogas (11,3%).

Lideranças

De acordo com a pesquisa, duas lideranças petistas aparecem como as principais da cidade. O atual prefeito só aparece em terceiro, com 13,3% da preferência numa pesquisa estimulada.

 

O deputado estadual Pompilio Canavez (PT) é apontado como a maior liderança do município com 38,5%. Em seguida aparece outro petista: o ex-prefeito, apontado por 24,6% dos entrevistados.

 

Fotos: Alessandro Emergente/Arquivo e Reprodução
Na foto acima, em sequência as principais forças políticas, segundo a pesquisa do Instituto MDA. Da esquerda para a direita: Pompilio, Luizinho, Maurílio, Décio, Marcão e Marcos Eduardo
 

De acordo com o levantamento, o vice-prefeito Décio Paulino (PR) é o quarto nome citado por 5,6% dos entrevistados. Outros dois nomes também aparecem na lista: Marcos José Duarte (Marcão/PSDB), com 2,7%, e o médico oncologista Marcos Eduardo de Andrade, citado por 0,6%.

Outros 6% dos entrevistados responderam “nenhum dos nomes apresentados” e 8,6% não responderam ou disseram que não sabem.

A pesquisa

O levantamento feito pela MDA/Pesquisa ouviu 301 pessoas, distribuídas em nove setores da cidade. O intervalo de confiança, com grau de confiabilidade de 95%, tem margem de erro associada de 5,6 pontos percentuais, para mais ou para menos.

O Instituto MDA/Pesquisa foi criada em 1988 por professores da Universidade Federal de Lavras (UFLA) e tem clientes como o Governo de Minas, o Banco do Brasil, a CNT (Confederação Nacional dos Transportes), que recentemente encomendou uma pesquisa nacional sobre a eleição presidencial. Nas eleições do ano passado, o “Estado de Minas” estabeleceu uma parceria com o Instituto para as pesquisas durante o período eleitoral, divulgadas pelo jornal.

 



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.

     
     
     
     

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo. Ao utilizar este site, você concorda com o uso de cookies.

Ok, eu aceito