Postado em sábado, 18 de julho de 2020 às 11:03

Projeto oferece crédito facilitado para pequenas e médias empresas afetadas pela pandemia

Empresários de dez cidades da região podem procurar o programa e verificar qual valor podem receber. Projeto recebeu R$ 1,9 milhão para oferecer crédito facilitado às pequenas e médias empresas.


Pequenas e médias empresas afetadas pela pandemia no Sul te Minas têm crédito facilitado oferecido por meio do projeto Estímulo 2020 Minas. O programa está disponível para dez cidades da região, sendo que os empresários devem procurar o projeto para verificar o valor de crédito que podem receber.

A iniciativa foi possível devido à doação de R$ 1,9 milhão feita por um grupo de distribuição de energia, por meio do movimento Energia do Bem, ao projeto Estímulo 2020. Lançado em junho, o programa está disponível para as 77 cidades atendidas pela empresa na Zona da Mata e no Sul de Minas.

Na região, os dez municípios em que os empresários poderão ser beneficiados são: Bueno Brandão, Camanducaia, Cambuí, Córrego do Bom Jesus, Estiva, Extrema, Itapeva, Munhoz, Senador Amaral e Toledo.

“Neste momento adverso, nosso papel não deve ser apenas de distribuidora de energia, mas de aliada dos nossos clientes. Nesse sentido, as micro e pequenas empresas são as mais impactadas pela crise, justamente as que geram mais empregos, o que torna ainda mais urgente o nosso apoio”, afirma o CEO do Grupo Energisa, Ricardo Botelho.

Em uma plataforma totalmente digital, o crédito poderá ser acessado no valor equivalente a até um mês de faturamento das empresas, divididas em duas parcelas mensais. Os juros são de 0,53% ao mês e 6,55% ao ano, com carência de três meses e pagamento em até 15 vezes. Serão atendidas empresas com no mínimo dois anos de atividade, bom histórico e faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões.

Estímulo 2020

O Estímulo 2020 é um movimento espontâneo da sociedade civil criado para ajudar os pequenos negócios a atravessar o período mais agudo da crise. A iniciativa é 100% privada e reúne executivos, empresários, artistas, empreendedores sociais e empresas que contribuíram com os recursos financeiros e vão oferecer gratuitamente todos os conteúdos de capacitação, em temas como Educação Financeira, Gestão, Empreendedorismo, Inovação e Design, entre outros.

Para ter acesso ao auxílio financeiro e aos demais benefícios da plataforma, os interessados devem se cadastrar no site e completar um curso online de educação financeira. Além de solicitar o crédito, todos poderão consumir gratuitamente os conteúdos da plataforma, que inclui cursos, palestras e atividades de mentoria para os negócios, oferecidas pelos organizadores. Os critérios de concessão consideram indicadores operacionais e histórico das empresas solicitantes.

Fonte: G1



DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.