Postado em quinta-feira, 28 de maio de 2020 às 02:02

Unifal investirá cerca de R$ 1 milhão em projetos e ações de pesquisa de enfrentamento da Covid-19

O edital contempla pesquisadores individuais e grupos de diversas áreas, segundo a Universidade.


Da Redação

“Não tenham dúvidas, a resposta para atual situação virá da ciência!”. Essa observação foi um trecho do discurso do reitor da Unifal (Universidade Federal de Alfenas), Sandro Amadeu Cerveira, em uma formatura realizada em abril deste ano. Como incentivo à busca por respostas e soluções, a Universidade vai disponibilizar cerca de R$ 1 milhão para projetos e ações de pesquisa e inovação para o enfrentamento da pandemia de Covid-19.

A submissão dos projetos deve ser realizada até 10 de junho e a previsão de resultados deve ocorrer em, no máximo, 12 meses. O edital contempla projetos em andamento ou em início de atividade nas áreas de reposicionamento de fármacos, vacinas, protótipos de antirretrovirais e suas formulações, desenvolvimento de tecnologias para diagnósticos, estratégias terapêuticas, processos sociais e econômicos, desenvolvimento de equipamentos de monitoramento, mapeamento e controle de surto, detecção em animais silvestres e domésticos, sistemas inteligentes de informação, técnicas de processamento de imagens, ferramentas de diagnóstico e estudo de georreferenciamento.

De acordo com a professora Vanessa Bergamin Boralli Marques, pró-reitora de Pesquisa e Pós-graduação da Unifal, as áreas contempladas possibilitam uma cobertura ampla das possíveis ações e projetos de pesquisa para o enfrentamento da pandemia. “Além da chamada ser uma forma de fortalecimento da pesquisa na Universidade, o edital foi pensado para apoiar ações efetivas e inovadoras voltadas ao enfrentamento e mitigação dos danos causados pela Covid-19 à saúde da população, por isso a previsão de resultados deve ser apresentada em um prazo de até 12 meses”, ressalta.

Os recursos para apoio financeiro aos projetos e ações de pesquisa e inovação para o enfrentamento da pandemia de Covid-19 foram alocados pelo Ministério da Educação de conforme plano de trabalho apresentado pela Unifal. Segundo o reitor, essa ação é de grande importância para a universidade e para a sociedade. “Essa iniciativa demonstra, de maneira concreta, que mais de 90% da pesquisa no Brasil é feita nas universidades públicas, conforme já destacado pelas estatísticas”, relata.



NOTÍCIAS RELACIONADAS


DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.