Postado em quarta-feira, 16 de abril de 2014 às 09:59

Suspeito “joga” moto furtada em cima de PMs e tenta resistir a prisão ao ser abordado

 Da Redação

Um suspeito, preso pela PM na madrugada de segunda-feira, “jogou” a motocicleta em cima dos policiais ao ser avistado com o veículo furtado. Os militares conseguiram se esquivar e o suspeito foi preso por uma outra equipe de PMs durante uma perseguição na madrugada de segunda. As informações foram divulgadas na terça-feira pela Polícia Militar.

A abordagem ao suspeito foi feita após um rastreamento iniciado assim que uma vítima acionou a Polícia Militar, após ter percebido que sua motocicleta tinha sido furtada no bairro Jardim América, onde estava estacionada.

O suspeito de ter cometido o crime tentou resistir à prisão e teve que ser contido pelos policiais. Segundo a PM, o homem é conhecido por cometer infrações com frequência. Com o rapaz foram encontradas três chaves de motocicletas e uma de cadeado. 

A moto foi furtada no bairro Jardim América na madrugada de segunda (Foto: PM)

O suspeito foi preso, a motocicleta recuperada e as chaves apreendidas encaminhadas para a Delegacia de Polícia.

Outra ocorrência

Uma outra motocicleta foi recuperada pela PM no bairro Santa Luzia, quando os PMs perceberam um suspeito conduzindo a moto na última sexta-feira (11). Ao perceber a aproximação dos policiais, o rapaz abandonou a moto e tentou fugir a pé, mas não conseguiu e foi preso. 

O suspeito desceu da moto e tentou fugir a pé, mas não conseguiu (Foto: PM)

Segundo a PM, indivíduos, provavelmente envolvidos com o crime, começaram a arremessar pedras contra a viatura policial em uma represália. A PM teve que pedir apoio de outras viaturas. 

A motocicleta foi apreendida, após ficar constatado que era produto de furto, realizado no último dia 08. No final do mês passado, a PM recuperou uma outra moto no Santa Luzia, furtada em Paraguaçu.  

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.