Postado em domingo, 13 de janeiro de 2008

PM e GM apreendem quatro mil maços de cigarros


A Polícia Militar e a Guarda Municipal apreenderam quatro mil maços de cigarros do Paraguai que estavam sendo vendidos na Feira-Livre deste domingo. Os pacotes de cigarro - com seis marcas diferentes - eram comercializados livremente em uma banca próxima a Prefeitura. Também foram apreendidos R$77,70, dinheiro da venda de cigarros.

O responsável pelo material, o aposentado João Vitor da Silva, foi preso em flagrante e encaminhado para a Delegacia. Ele disse que é a primeira vez que vende cigarros na feira e que comprou o produto em Belo Horizonte por R$2.500. Contou que resolveu vender os cigarros contrabandeados para “ajudar na aposentadoria”. Constrangido com a prisão, o aposentado disse que o investimento não valeu a pena. “Comprei o cigarro fiado, nem sei como vou pagar e ainda acontece isso”, comentou.

No Brasil, é proibida a venda de cigarros fabricados no exterior que não sejam comercializados no país de origem. A importação e a venda de produto proibido no país configura crime. Quem for pego fazendo este tipo de comércio pode responder por descaminho ou contrabando.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.