Postado em segunda-feira, 28 de janeiro de 2019 às 21:21

Como entender melhor o impacto do uso de smartphone sobre nós?

O uso exagerado de smartphones é um problema que afeta muitas pessoas nos dias de hoje. Existem até tratamentos psicológicos para amenizar o vício no uso de celulares


O uso exagerado de smartphones é um problema que afeta muitas pessoas nos dias de hoje. Existem até tratamentos psicológicos para amenizar o vício no uso de celulares. Um dos recursos que o iOS 12 trouxe para os iPhones foi o aplicativo Screen Time, que tem como função gerenciar o tempo que passamos de olho na telinha dos nossos dispositivos móveis. Porém, mais importante que isso, é compreender como esse tempo é dividido.

É difícil analisar a qualidade do tempo que passamos no smartphone se um aplicativo reúne tudo em uma única categoria

É isso que propõe um artigo da publicação Wired: para termos uma maior qualidade de vida, é necessário compreender quanto do tempo gasto olhando a tela do smartphone é positivo, o quanto é danoso para o usuário, para assim entender como o tempo passado usando-os pode nos afetar.


Tempo positivo x tempo negativo

Assim, é difícil analisar a qualidade do tempo que passamos no smartphone se um aplicativo reúne tudo em uma única categoria – ou seja, é bastante diferente se estamos usando o celular para aprender coisas novas com vídeos do YouTube ou para fazer comentários de ódio em notícias ou em redes sociais.

Para que exista uma compreensão melhor sobre o assunto, precisamos de mais dados, mais precisos e detalhados

As pesquisas a respeito desse assunto, exatamente por isso, divergem bastante, com alguns especialistas considerando que o uso excessivo de smartphones é o grande mal moderno da humanidade, sendo comparado ao hábito de fumar e responsável pela maior crise psicológica dos últimos tempos. Já outros entendem que o novo hábito é algo ainda a ser compreendido como uma prática dos novos tempos, sendo, dessa maneira, algo normal.


Devolvam nossos dados!

Para que exista uma compreensão melhor sobre o assunto, sem dúvida precisamos de mais dados, mais precisos e detalhados. O que pessoas com depressão buscam na internet? Quem sofre de bullying acaba sofrendo mais no celular ou o utiliza para fugir da vida real? Quem sofre de anorexia busca seguir quais hashtags do Instagram? Apenas com respostas para perguntas desse tipo poderemos analisar corretamente como o uso de smartphones afeta exatamente o cotidiano do ser humano.

Quem sabe a quantidade massiva de dados sobre nós armazenados por empresas como Google, Facebook, Microsoft e outras possa ser utilizado, dessa vez, com um propósito positivo: entender melhor como esse novo hábito pode estar influenciando as pessoas no mundo contemporâneo.

 

 

 

Fonte: Tecmundo

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.