Postado em quinta-feira, 11 de outubro de 2018 às 10:26

9 erros que não deixam seu bolo crescer e ficar fofinho

Você faz parte da turma que tem certeza de que não nasceu para fazer bolos, porque sempre os estraga? Eles ficam solados (ou abatumados), quebram, saem do forno queimados de um lado e meio crus do outro?


 


Thinkstock Erros que fazem o bolo dar errado

Você faz parte da turma que tem certeza de que não nasceu para fazer bolos, porque sempre os estraga? Eles ficam solados (ou abatumados), quebram, saem do forno queimados de um lado e meio crus do outro? Miga, trazemos ótimas notícias: o problema não é você, mas as técnicas – ou a falta delas – que você utilizou até hoje nas suas receitas.

“Qualquer um é capaz de fazer um bolo, não existem pessoas ‘iluminadas’ com um poder especial”, garante a culinarista e boleira Dolores Frischt.

Com as dicas dela e da Finna (marca de farinhas e misturas para bolo), você nunca mais vai errar. Entenda seus erros, nunca mais os repita e se prepare para fazer os bolos mais incríveis e fofinhos da sua vida!

Os principais erros que não deixam seu bolo crescer e ficar fofinho são:

Usar ingredientes gelados

Ovos, leite, água, margarina, manteiga e quaisquer outros ingredientes que estejam na geladeira devem ser retirados com a antecedência necessária para estarem em temperatura ambiente na hora de fazer o bolo. “Ingredientes gelados são os vilões que deixam os bolos solados”, conta Dolores.

Segundo a boleira, o problema é o prolongamento do tempo necessário para a feitura da massa: quanto mais gelados os ingredientes, mais resistência eles oferecerão para se misturarem. E quanto mais tempo a massa for batida, mais dura ela ficará.

Substituir ingredientes da receita

As receitas são testadas antes de serem divulgadas. Pessoas que estudaram (e continuam se aperfeiçoando) para isso e trabalham com comida pensam nas melhores combinações de ingredientes, aqueles que dão boas ligas entre eles. Se dá errado na primeira tentativa, fazem os ajustes necessários para que nós tenhamos acesso à versão final e perfeita da receita.

Então, a dica é: siga a receita e use os ingredientes indicados. Não tem algum deles em casa? Espere ter para fazer o bolo. Não vale colocar óleo no lugar da manteiga ou achocolatado no lugar do chocolate em pó e depois ficar se lamentando que seus bolos nunca dão certo!

Não medir os ingredientes com precisão


Assim como as combinações de ingredientes, suas quantidades são estudadas antes de uma receita ser finalizada e divulgada. Se está indicado que é para colocar 1 xícara de chá de farinha de trigo, coloque 1 xícara de chá de farinha de trigo. Nada de “calcular a olho”, ok?

Bons acessórios para esse fim são os medidores vendidos em kits de tamanhos de xícaras e de tamanhos de colheres. Não precisa ser nada sofisticado: os de plástico fazem tão bonito quanto os de inox. O que importa é usar as quantidades certas dos ingredientes.

Bater o fermento com a massa na batedeira ou no liquidificador


O fermento é o último ingrediente a ser acrescentado à massa do bolo e deve ser incorporado delicadamente com o auxílio de uma colher, de um garfo ou de um fouet (o batedor de claras). “Quando ele é batido na batedeira ou no liquidificador com a massa, o risco de o bolo solar é enorme”, alerta Dolores.

Deixar a massa com bolhas de ar na forma


As bolhas de ar impedem que o bolo asse por igual. Bata suavemente a forma – já com a massa, naturalmente – em uma superfície plana para eliminar as bolhas de ar. Umas cinco ou seis batidinhas já bastam.

Não preaquecer o forno


A orientação de preaquecer o forno a uma determinada temperatura por um período antes de colocar o bolo para assar não é frescura: é a preparação do ambiente ideal para que a massa asse por igual e fique fofinha.

Colocar a forma em qualquer lugar dentro do forno


A forma deve ser colocada de forma centralizada no forno com a grelha na altura do meio. O calor sobe de forma desigual na frente e no fundo do forno, mas se iguala no meio dele.

Se você colocar o bolo de qualquer jeito no forno, é altíssimo o risco de ele sair queimado de um lado e cru do outro.

Abrir o forno com o bolo assando


Principalmente nos 15 primeiros minutos, que é quando o centro do bolo ainda não está assado. O choque de temperatura faz com que ele afunde caso você abra a porta do forno “só para dar uma olhadinha em como está”. Migs, a luz do forno serve justamente para você dar uma olhadinha sem precisar abrir a porta, segura essa curiosidade!

Desenformar o bolo quente


O bolo precisa estar frio para ser desenformado, pois é no processo de esfriamento que a massa fica mais firme. Se você tentar desenformá-lo quente, ele vai desmontar. Espere pelo menos 10 minutos.



Fonte:Msn