Postado em quarta-feira, 11 de abril de 2018 às 22:10

Professores retornam às aulas em duas escolas de Alfenas

Pelo menos duas escolas da rede estadual, que tinham tido as aulas suspensas, retornaram essa semana ao funcionamento.


Da Redação

Pelo menos duas escolas da rede estadual, que tinham tido as aulas suspensas, retornaram essa semana ao funcionamento. Os alunos da Escola Estadual Prefeito Ismael Brasil Corrêa retornaram nessa quarta-feira e os estudantes da Escola Estadual Dr. Napoleão Salles votam nessa quinta-feira.

Na terça-feira, em Belo Horizonte, a assembleia geral da categoria aprovou a continuidade da greve. Na próxima quarta-feira (dia 18) está marcada uma nova assembleia que definirá sobre os rumos da greve ou o seu encerramento.

Porém, na E. E. Prefeito Ismael Brasil Corrêa, onde os professores haviam aderido na semana passada, as aulas voltaram na quarta-feira. Já na E. E. Dr. Napoleão Salles os alunos voltam nessa quinta-feira em horário especial, uma vez que parte dos professores continuarão em greve até a próxima assembleia. 

PEC

Durante a assembleia estadual da última terça-feira, os profissionais da educação avaliaram a ideia da base do governo de apresentar uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que garantiria o piso salarial da categoria na Constituição do Estado.

Segundo o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE), a assembleia estadual avaliou de maneira positiva a PEC por considerar que ela resolve uma questão importante para o futuro, que é a garantia do piso sendo incluído na Constituição do Estado para as oito carreiras da educação.

Mas, a categoria também considerou a necessidade dessa PEC tramitar e avançar na ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais). Pela manhã, a maioria do conselho geral de greve havia aprovado a proposta da PEC e chegou a indicar a suspensão da greve, o que não foi acatado pela assembleia geral.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.