Postado em segunda-feira, 2 de abril de 2018 às 19:07

Secretaria de Cultura oferece curso gratuito de cinema

A Secretaria de Educação e Cultura de Alfenas promove dois cursos de técnicas básicas de cinema, um projeto intitulado “Cinema no Pano”.


Da Redação

A Secretaria de Educação e Cultura de Alfenas promove dois cursos de técnicas básicas de cinema, um projeto intitulado “Cinema no Pano”. Serão ao todo 12 oficinas, cada uma com 3 horas de duração, e já se encontram abertas as inscrições para a 1ª etapa do curso em Alfenas.

O curso começa no dia 09 de abril e vai até o dia 13, no Distrito de Barranco Alto, na Escola Abrão Adolpho Engel. As inscrições serão feitas na própria escola do bairro, e para isso, basta apenas preencher a ficha de inscrição na escola. O curso é gratuito e podem participar crianças a partir de 10 anos e também pessoas da comunidade.

Os alunos durante as oficinas vão ter conhecimentos básicos nas seguintes modalidades: história do cinema, criação de roteiro, interpretação, técnicas de Stop Motion e gravação de um curta.

O projeto

O Cinema no Pano é um projeto que leva a sétima arte, onde o acesso à cultura de produção audiovisual é pouco estimulado e desenvolvido. Para isso, foi criado um processo de aprendizagem de realização de filmes, e os protagonistas são as pessoas de uma cidade ou um bairro, onde o cinema custa a chegar. Sendo oferecido da forma mais simples os conceitos básicos para a realização de um curta metragem e todos os envolvidos podem participar, exercendo várias funções dentro de uma equipe em um set de filmagem.

O curso será ministrado pelo professor Patrick Móyses, formado em Publicidade e Propaganda e pós-graduado em Cinema e Linguagem Audiovisual. Com especialização em cinema em Buenos Aires, na Argentina, há quatro anos criou o Projeto Cinema no Pano, que trabalha com jovens de vários bairros da cidade de Três Corações, sendo premiado em vários festivais com os curtas produzidos dentro do projeto. Em 2018, o Projeto Cinema no Pano estreou o curta-metragem Simples Papel na rede cinema da região.

Cronograma de oficinas de cinema

Oficinas:

1º Dia (segunda – feira) – dia 09 de abril – Início às 15 horas
Tema: História do Cinema: como surgiu, como foi criado?
Os alunos irão participar de uma oficina de Stop Motion, o Cinemassinha. Será utilizado massinha de modelar, criando cenário e personagens.
Duração de 3 horas.

2º Dia (terça –feira) – dia 10 de abril – Início às 15 horas
Tema: Roteiro - Como transformar uma ideia em história e formatar em roteiro?
Os alunos serão divididos em equipes e irão criar e desenvolver o roteiro juntos.
Utilizará técnicas para ensinar a criar um argumento e roteiros a partir deles.
Será utilizado o meio onde elas vivem e as histórias da comunidade para criar as narrativas, podendo ser ficção ou documentário.
Duração de 3 horas.

3º Dia (quarta- feira) – dia 11 de abril – Início às 15 horas.
Tema: Interpretação para TV e Cinema e equipe de Filmagem.
Os alunos serão divididos em suas respectivas funções: ator, diretor, produtor diretor de fotografia, maquiador e figurinista.
Duração de 3 horas.

4º Dia (quinta – feira) – dia 12 de abril – Início às 15 horas.
Tema: Como preparar para filmagens.
Aulas sobre locação e figurino. Os alunos irão escolher as cenas e os lugares para gravar dentro da própria comunidade. Também haverá ensaio geral das falar e movimentos.
Duração de 3 horas.

5º Dia (sexta – feira) – dia 13 de abril – Início 9h e as 15 horas
Tema: Dia de filmagens
Os alunos irão contracenar e gravar. Os textos estarão decorados, as roupas dos figurinos prontas e os locais de locação preparados para receber os alunos e os equipamentos.
Duração: 3 horas pela manhã e 3 horas na parte da tarde, as turmas serão divididas para que todos possam participar.


Sobre as exibições:
As exibições dos curtas produzidos durantes as oficinas serão agendas para maio, além da exibição, os alunos irão receber os certificados de conclusão do curso.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Caracteres Restantes 500

Termos e Condições para postagens de Comentários


COMENTÁRIOS

    Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.