Postado em sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018 às 09:51

Brasileiro é preso na Colômbia suspeito de roubo de avião

 As autoridades da Colômbia prenderam na quinta-feira (2) um brasileiro acusado de estar envolvido no roubo de um pequeno avião no município de Aguachica, no departamento do Cesar, no norte do país. Integrantes da guerrilha do Exército de Libertação Nacional (ELN) são suspeitos de envolvimento com crime.

O procurador-geral da Colômbia, Néstor Humberto Martínez, afirmou que o brasileiro preso, que não teve sua identidade divulgada, é acusado do crime de "retenção de aeronaves, furto agravado, tentativa de furto, porte de uniformes de uso privativo das forças militares e porte de armas", de acordo com a agência Efe.

Martínez afirmou que investigações apontam que o roubo do pequeno avião que transportava valores no aeroporto do Aguachica seria obra dos guerrilheiros. "Há evidências que demonstram que seria o Exército de Libertação Nacional (ELN), mas seguimos avançando na investigação até poder confirmar", declarou.

Ele afirmou que as autoridades encontraram "fuzis AK47 na área onde ocorreram os fatos que têm origem em uma aquisição das FARC no ano 2001 em Villanueva, (departamento) em La Guajira, que aparentemente estariam em mãos do ELN".

O Exército, em conjunto com diversos corpos de segurança, encontrou na aldeia Santa Rosa, na zona rural de Aguachica, três pacotes com dinheiro que somam 1,2 bilhão de pesos (cerca de US$ 421 mil), segundo a imprensa local.

A Aeronáutica Civil (Aerocivil) disse que o pequeno avião da "empresa Aero Galán, tipo Piper PA-3A com matrícula HK3945" foi roubado por homens armados após aterrissar na pista do aeroporto Hacaritama, em Aguachica, procedente de Bucaramanga, capital do vizinho departamento de Santander.

Segundo a Aerocivil, o pequeno avião foi contratado pela companhia Prosegur para o transporte de valores e estava tripulado por um piloto, um copiloto e um guarda de segurança, que foram obrigados a descer da aeronave e ficaram ilesos.

 

 

 

Fonte:G1 MUNDO