Alfenas Hoje - Empresa acerta vinda para Alfenas e espera gerar 300 empregos
Postado em sexta-feira, 26 de janeiro de 2018 às 13:01

Empresa acerta vinda para Alfenas e espera gerar 300 empregos

Alessandro Emergente

O Grupo Cata, proprietário da Cata Tecidos e Embalagens Ltda, acertou a instalação de uma unidade em Alfenas e a expectativa é gerar até 300 empregos. O anúncio foi feito, na tarde de quinta-feira, pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Carlos Miguel dos Anjos.

A unidade será instalada na antiga unidade da Tecelagem Saliba, no Jardim São Carlos, com aluguel custeado pelo Município. A empresa, que planeja investir R$ 7 milhões na instalação em Alfenas, fabricará big bags e embalagens para o setor de fertilizantes.

A expectativa informada pela empresa ao governo é que sejam gerados 300 empregos, sendo 240 diretos e outros 60 indiretos. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Alfenas, a seleção de funcionários deve ocorrer em agosto ou setembro e a produção está prevista para ter início em outubro.

Já no mês de fevereiro uma equipe do Grupo Cata deverá vir a Alfenas para iniciar o trabalho de adequação da unidade. Segundo Anjos, a Prefeitura de Alfenas ajudará na reforma da unidade do Saliba para instalação da fábrica da Cata Tecidos e Embalagens.

O local onde funcionou a Saliba Tecelagem será locado pela Prefeitura de Alfenas e repassado para o Grupo Cata (Foto: Alessandro Emergente/Alfenas Hoje)


De acordo com o secretário municipal, a previsão de faturamento com a unidade de Alfenas é de R$ 40 milhões por ano. Ainda segundo ele, a empresa receberá incentivos fiscais do governo estadual através do regime especial de isenção de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), mas os detalhes desse acerto não foi informado pelo Estado.

O acerto final para a instalação da unidade do Grupo Cata em Alfenas foi feito no último dia 23. Há alguns meses a negociação já estava em curso, mas nos dias 16 e 23 de janeiro o secretário municipal esteve em Belo Horizonte acertando detalhes com a equipe do Indi (Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais), órgão que atua na prospecção, indução e atração de investimentos para o Estado.

Na terça-feira, reunidos na sede da SEF/MG, estiveram reunidos, na sequência, o representante do gabinete do deputado Cristiano Silveira, do setor de análises de investimentos da SEF (Fernanda Gomes e Vanessa Terezinha), do Grupo Cata (Djamer Marlus Cordeiro/setor jurídico e contábil), da Prefeitura de Alfenas (Carlos Miguel dos Anjos/secretário municipal) e do Indi (João Marcos Castro) - (Foto: Divulgação)


Na terça-feira (dia 23), Anjos esteve na sede da Secretaria de Estado da Fazenda (SEF) em uma reunião com representantes do Grupo Cata, da SEF e do Indi, além da assessoria do deputado estadual Cristiano Silveira (PT). O encontro, segundo ele, serviu para “bater o martelo” sobre a instalação da unidade em Alfenas.

Lei autorizativa

No final de outubro, a Câmara Municipal aprovou uma lei (n˚ 4.761/2017) autorizando a Prefeitura de Alfenas a reformar e a locar o galpão pertencente a Saliba para instalação da unidade do Grupo Cata. Para essa autorização legislativa foi colocado como condição a geração de, no mínimo, 146 empregos diretos.

O secretário municipal Carlos Miguel dos Anjos durante o anúncio sobre a instalação do Grupo Cata em Alfenas (Foto: Alessandro Emergente/Alfenas Hoje)


Em setembro, quando o projeto de lei ainda tramitava na Câmara Municipal, uma comissão, composta por três vereadores, foi até Camaçari, na Bahia, para conhecer a empresa e analisar a viabilidade da proposta. Os parlamentares que integraram a comissão foram Waldemilson Bassoto (Padre/Pros), Edson Lélis (Edson da Distribuidora/PR) e o presidente da Câmara, José Carlos Morais (Vardemá/PMDB).

O Grupo Cata

As empresas do Grupo Cata iniciaram as atividades na Bahia no início da década de 1960 e, atualmente, geram aproximadamente 1.500 empregos diretos e indiretos, segundo o site do grupo empresarial. São unidades fabris instaladas na Bahia, São Paulo, Paraná e Mato Grosso.

Em 2008, a BrasFlex Componentes Têxteis Ltda foi incorporada pelo Grupo Cata. Segundo informações do grupo empresarial, a Brasflex é líder no fornecimento de big bags para o setor de fertilizantes, com participação de aproximadamente 25% do mercado global interno em seu segmento.

O grupo atua no ramo da ráfia. As sacarias de ráfia possuem alta resistência e preservam a característica do produto embalado, além de serem recicláveis. As embalagens variam em tamanho e modelos dependendo da necessidade do cliente.








   
   
COMENTÁRIOS

13 Comentários


Os comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.


Comentar essa Notícia
 
 
 
 
Carregar mais comentários
   
   
   
Termos e Condições para postagens de Comentários
Comentar essa Notícia










Alfenas Hoje - Jornalismo com responsabilidade
Copyright © 2007 - 2018 - Todos os direitos reservados

Adapt Soluções e Treinamentos