Postado em terça-feira, 23 de janeiro de 2018 às 13:01

5 motivos a considerar antes de trocar de emprego

 A decisão de mudar de emprego não é nada fácil. Por mais que a proposta seja atraente do ponto de vista financeiro, o profissional deve considerar muitos fatores antes de trocar de empresa.

Para especialistas, antes de qualquer decisão, é importante fazer um plano estratégico para a vida profissional. “O primeiro ponto é olhar a carreira e não uma oportunidade pontual, e saber se a mudança vai agregar no projeto de longo prazo”, afirma André Freire, sócio da Exec, consultoria especializada em capital humano.

Para Rosana Daniele Marques, gerente de gestão de pessoas da Crowe Horwath, o ideal é que os profissionais saibam onde querem estar daqui a cinco ou dez anos, por exemplo. “Isso ajuda na tomada da decisão, porque assim consegue traçar o que deseja para a carreira e correr atrás para colocar essas metas em prática.”

Veja a seguir cinco coisas a considerar antes de mudar de emprego:

Entenda por que quer mudar de emprego

O primeiro passo é entender qual o motivo que está levando o profissional a querer mudar de emprego. É importante pensar no futuro, onde o trabalhador quer chegar, e saber se essa mudança vai permitir que ele alcance esse objetivo de longo prazo. “Problemas e dificuldades ocorrem em qualquer ambiente de trabalho, por esse motivo é que o profissional precisa saber exatamente qual a motivação para a mudança do emprego. É preciso avaliar a origem da insatisfação e, se for o caso, mudar a forma como reage aos seus problemas”, diz a coach Renata Abreu, especialista em psicologia positiva.

Posicione-se como o protagonista de sua carreira

Mapeie seus interesses e suas expectativas. “Reveja seus sucessos e fracassos e aprenda sobre você e suas escolhas para não cair em armadilhas”, ensina a diretora da Right Management, Wilma Dal Col. Entre essas armadilhas ela cita os profissionais que têm muito domínio técnico, com diversas especializações, por exemplo, mas que acabam se tornando dependentes de situações ou segmentos muito específicos; movimentação de carreira para atividades ou áreas com pouco interesse real ou com baixa possibilidade de expansão do setor; proposta muito atrativa em empresa ou com pessoas com problemas de imagem no mercado.

Avalie se a nova empresa está em sintonia com o seu perfil


Conheça a cultura da nova empresa. Saber se a organização está em sintonia com o seu perfil e vice-versa é fundamental, porque isso vai garantir que o profissional tenha ou não sucesso nos novos desafios. “Busque o máximo de informações possível e, se tiver oportunidade, converse com quem trabalha na empresa para entender qual a cultura, perfil e princípios da companhia. Isso ajuda a identificar se nesta nova organização você vai alcançar os seus objetivos de longo prazo”, destaca Rosana Marques.

Avalie os benefícios da mudança

É importante avaliar se a mudança vai agregar conhecimento, oportunidades, desafios e se você vai poder participar de novos projetos. “Ter desafios garante que o profissional fique motivado e isso contribui para alcançar melhores resultados tanto para a carreira quanto para a empresa”, afirma Renata Abreu.

Pese bem os benefícios financeiros


O salário não deve ser o principal atrativo na decisão de mudar de emprego. “É claro que o salário tem peso importante, mas nem sempre um salário maior significa que o trabalhador terá de fato uma renda maior, já que o salário é composto por vários benefícios. Além disso, se você tem que ficar mais tempo para se locomover de casa para o trabalho, o salário mais alto pode não ser tão interessante assim”, considera Freire. Para os especialistas, os trabalhadores devem levar em conta todos os benefícios, financeiros e do ponto de vista da própria carreira, para definir se a mudança deve realmente ser feita.





Fonte: Veja